Publicado em 05/11/2017 07h47

Hospital do Câncer oferece exames gratuitos durante Novembro Azul

Os exames para detectar câncer de próstata começam a ser oferecidos nesta segunda (6).

Da redação

O Hospital de Câncer Alfredo Abrão (HCAA) começa a oferecer nesta segunda (6), 1,9 mil exames gratuitos para detecção do câncer de próstata, tipo de neoplasia que mais mata homens em Campo Grande. A ação faz parte da campanha "Novembro Azul", voltada para prevenção e combate à doença.

Para realizar os exames, os interessados devem ir até o hospital em jejum de 8 horas e fazer o exame. Os atendimentos serão realizados por ordem de chegada, mediante a distribuição de senhas (100 por dia), a partir das 6h. Casos suspeitos serão investigados, e, se detectados, serão tratados no hospital. Os testes são direcionados a homens com idade entre 50 e 75 anos.

Ainda conforme o HCAA, os casos suspeitos serão investigados, e, se detectados, serão tratados no próprio hospital, com realização de exames complementares, como toque retal. A campanha segue até o dia 30 de novembro.

Conforme o Inca (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de próstata é o mais comum em homens depois do câncer de pele não-melanoma. A previsão é de 61.200 novos casos desse tipo no país, e em Mato Grosso do Sul estão previstos 1.100 casos novos desta neoplasia. Quando diagnosticado e tratado no início, a chance de cura é de 90%.

Serviço - O HCAA fica na Rua Marechal Rondon, nº 1053, Centro.

Sintomas

Em estágio inicial o câncer de próstata geralmente não causa sintomas, por isso é importante consultar-se com um médico e realizar os exames periodicamente.

Mas deve-se ficar atento a alguns sintomas como:

•Dor ou ardor durante a micção;

•Dificuldade em iniciar e manter um fluxo constante de urina; fluxo urinário fraco/interrompido; micção excessiva durante a noite, micção freqüente ou incontinência;

•Disfunção erétil, impotência;

•Sangue na urina ou no esperma;

•Perda do controle da bexiga ou intestino devido a pressão do tumor sobre a medula espinhal.

•Se a doença se disseminou, o homem pode apresentar sintomas como dor nas costas, quadris, coxas, ombros ou outros ossos.

É importante ressaltar que outras doenças e também benignas da próstata, como hiperplasia prostática, podem apresentar os mesmos sintomas. Por isso é importante procurar um médico especialista para fazer o diagnóstico correto. Quanto mais cedo procurar o médico e fazer tratamento, maior é a chance de cura.

Exames

Os exames mais utilizados atualmente são:

PSA – É um exame de sangue comum que avalia o hormônio PSA (Antígeno prostático específico) é uma substância produzida pelas células da glândula prostática. A maioria dos homens saudáveis ​​têm níveis menores de 4 ng/ml de sangue. A chance de um homem desenvolver câncer de próstata aumenta proporcionalmente com o aumento do nível do PSA.

Toque retal – Com este exame o médico pode avaliar o tamanho da próstata através do toque retal, que pode ficar maior e mais dura quando ocorre alguma inflamação. Este exame é muito rápido e causa apenas um leve desconforto.

Ultrassonografia – A ultrassonografia ou ecografia da próstata é feita para avaliar o tamanho desta glândula e identificar alterações na sua estrutura.

Tratamento

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

Envie seu Comentário