Publicado em 22/11/2017 16h25

Maconha apreendida em carga de aveia pesou quatro toneladas

A droga foi apreendida pela Polícia Militar Rodoviária Estadual na manhã de hoje (22)

Da redação

Fardos de maconha estavam embaixo da carga de aveia (Foto: Divulgação) Fardos de maconha estavam embaixo da carga de aveia (Foto: Divulgação)

Pesou quatro toneladas a carga de maconha apreendida pela Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) na manhã desta quarta-feira (22) em Ponta Porã. A apreensão ocorreu no Posto Aquidaban, na MS-164, que liga Ponta Porã ao distrito de Vista Alegre, município de Maracaju.

Segundo a PRE, o flagrante ocorreu na rodovia MS-164, durante a realização da Operação Gibraltar, entre o município de Ponta Porã e Vista Alegre, distrito de Maracaju. Em abordagem, os militares desconfiaram do comportamento do motorista e decidiram vistoriar a carga de aveia e seria entregue na cidade de Goiânia (GO).

Ao checar o compartimento, os policiais encontraram centenas de fardos de maconha. Alguns deles estavam com marcações que apresentavam o peso, em média 2,5 quilos, e a inscrição "Polako", para quem supostamente o material pertencia. Tal indício aponta para o consórcio do tráfico, que é quando traficantes de determinada região se unem para compartilhar as despesas com logística, minimizando prejuízos em casos de apreensão.

O condutor, Fábio Martins de Jesus, 35 anos, relatou à PM que saiu de Goiânia e deixou o veículo vazio em um posto de combustíveis de Ponta Porã. De lá, desconhecidos levaram para Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e depois devolveram já carregado no mesmo posto. Pelo serviço, o homem receberia R$ 10 mil. Esta é uma das maiores apreensões do ano feita na região.

Com Fábio, foi preso o batedor da carga, Valmir Batista Ramos, 57, que seguia em um Gol com placa de Campo Grande para avisar sobre a presença de barreiras policiais nas estradas.

Os dois presos foram levados com a carga para a delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã.

Envie seu Comentário