A partir de hoje

Tarifas de pedágio na BR-163 ficam mais caras em 4 pontos da BR-163

O novo valor autorizado pela ANTT, passa a avler a partir de hoje.

 

14/09/2018 06h42
Por: Redação

 
Uma das praças de pedágio administradas pela concessionária no Estado. Divulgação Uma das praças de pedágio administradas pela concessionária no Estado. Divulgação

As tarifas de pedágio em quatros pontos da BR-163 em Mato Grosso do Sul terão aumento de dez centavos por eixo do veículo, a partir desta sexta-feira (14). O reajuste foi autorizado por deliberação da ANTT (Agência Nacional de Transportes TerrestreS) publicado pelo Diário Oficial da União de ontem (13).

A Concessionária que administra a rodovia federal, CCR MSVia, informou que haverá alterações apenas em quatro praças (Mundo Novo, Itaquiraí, Rio Brilhante e Jaraguari). As tarifas nas outras praças não sofrerão mudanças.

Para percorrer os 845,4 quilômetros de extensão da BR-163/MS, o motorista de veículo de passeio vai desembolsar R$ 59,60, o que equivale a 0,7% de acréscimo, antes, desembolsa R$ 59,20.

De acordo com a ANTT, por força de lei, a autarquia "realiza, anualmente, o reajuste e a revisão ordinária das tarifas de pedágio das rodovias federais concedidas. Essas alterações tarifárias são aplicadas no aniversário do início da cobrança de pedágio".

A agência ressaltou que as alterações de tarifa são calculadas levando-se em consideração três itens. O primeiro refere-se ao reajuste que corrige monetariamente os valores da tarifa ao aplicar a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é a inflação.

Também é feita a revisão tarifária, que tem objetivo de "recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão, quando são feitas as compensações, na tarifa de pedágio, por descumprimentos ou postergação de cláusulas contratuais, caso existam".

Duplicação

Desde que assumiu a concessão da BR-163, em 2014, a CCR MSVia gastou R$ 1,9 bilhão duplicando aproximadamente 150 quilômetros e restaurando mais de 500 quilômetros de pavimento. A concessionária também implantou mais de 470 câmeras que monitoram integralmente toda a extensão da rodovia, além de cerca de 390 quilômetros de fibra ótica.

O Sau (Serviço de Atendimento ao Usuário) atendeu a mais de meio milhão de ocorrências, uma média de 368 eventos diários. Destes, quase 15 mil foram atendimentos médicos e outros 174 mil ocorrências de socorro mecânico. Também houve uma redução de 70% no número de óbitos na rodovia este ano, em comparação ao mesmo período de 2017.

Envie seu Comentário