Mato Grosso do Sul

Mais de 1,8 milhão eleitores aptos escolherão próximo governador de MS

No 1° turno, Reinaldo Azambuja, que disputa a reeleição alcançou 44,61% dos votos nas urnas. Já o juiz Odilon de Oliveira, teve 408.969 votos nas urnas, totalizando 31,62% dos votos.

 

28/10/2018 07h14
Por: Redação

 

Mato Grosso do Sul têm 1.877.982 eleitores aptos a votar neste domingo (28), no pleito de segundo turno para Presidente da República e Governador do Estado.

O percentual de eleitores aumentou em 3,24% desde última leição, ocorrida em 2014, passando de 1,81 milhão para 1,87 milhão.

Hoje, estão em disputa no Estado o cargo de governador para os próximos quatro anos. Estão em disputa Reinaldo Azambuja (PSDB), tendo como vice o ex-prefeito de Dourados Murilo Zauith (DEM), e Odilon de Oliveira (PDT) ao lado de Marcos Vitor (PRB), bispo evangélico em Dourados.

No 1° turno, Reinaldo Azambuja, que disputa a reeleição alcançou 44,61% dos votos nas urnas. Foram ao todo 576.993 eleitores confiantes no projeto do tucano para os próximos quatro anos. Já o rival, Odilon de Oliveira, contabilizou o montante de 408.969 votos nas urnas, tomando 31,62% dos votos no Estado.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) considerou apenas 87,47%, ou seja, 1.293.354 como votos válidos. De acordo com a Constituição Federal e com a Lei das Eleicões, são válidos somente os votos efetivados pelos eleitores, descontados os votos em branco e os votos nulos, além da abstenção.

Segundo Turno

No Estado, as 6.533 seções eleitorais abrem às 8h e a votação vai até às 17h, sem intervalo de almoço. São no total 7.977 urnas – 2.091 na Capital.

De acordo com a Justiça Eleitoral, o cidadão que não votou no primeiro turno das eleições deverá votar normalmente no segundo turno, desde que sua situação esteja regular.

Mesmo enfrentando problemas no primeiro turno, a Justiça considera que o segundo turno é uma nova eleição e, diante disso, o eleitor tem a possibilidade de destinar o seu voto normalmente.

Resultado

A apuração de votos começa logo após o fechamento das sessões. No 1º turno, a previsão era terminar a contagem às 20h, mas para este 2º turno o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) não divulgou previsão.

Já as parciais da votação para a Presidência da República só serão divulgada a partir das 18h, pelo horário de Mato Grosso do Sul.

Envie seu Comentário