Mais exportações

China habilita frigorífico de MS e outros 12 para exportação ao país asiático

JBS teve 4 plantas habilitadas, enquanto Marfrig e BRF tiveram duas e uma, respectivamente

 

12/11/2019 16h20
Por: Redação

 
Divulgação/Abiec Divulgação/Abiec

A Ministra da Agricultura informou pelo Twitter que a China habilitou mais 13 plantas brasileiras de carne para exportação ao país asiático, sendo uma localizada em Mato Grosso do Sul, e demais no Rio Grande do Sul (6), São Paulo (2), Mato Grosso (2), Paraná (1) e Goiás (1). Delas, cinco de carne suína, cinco de produção de carne bovina e três de aves.

"Mais uma notícia muito boa para os produtores, para a pecuária brasileira. Acabei de receber a notícia de mais 13 plantas habilitadas pra China. Cinco de bovinos, cinco de suínos e três de aves. Essa é a grande notícia do dia, disse ela.

As 13 plantas habilitadas pela China para exportação de carne do Brasil são:

De carne bovina

  • SIF 847 - Marfrig Global Foods, em São Gabriel (RS)

  • SIF 1900 - Marfrig Global Foods, em Patos de Lacerda (MT)

  • SIF 889 - Frigorífico Sul, em Aparecida de Taboado (MS)

  • SIF 1365 - Naturafrig Alimentos, em Pirapozinho (SP)

  • SIF 2058 - JBS SA, em Senador Canedo (GO)

De carne suína

  • SIF 15 - Seara Alimentos, em Seberi (RS)

  • SIF 60 - Seara Alimentos, em Três Passos (RS)

  • SIF 876 - JBS Aves, em Caxias do Sul (RS)

  • SIF 3847 - Cooperativa Central Aurora Alimentos, em Sarandi (RS)

  • SIF 3975 - BRF, em Lajeado (RS)

De aves

  • SIF 603 - União Cooperativa Central, em Ubiratã (PR)

  • SIF 2675 - União Avícola Agroindustrial, em Nova Marilandia (MT)

  • SIF 2758 - Zanchetta Alimentos, em Boituva (SP)

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) comemorou a habilitação, pela China, de novos frigoríficos brasileiros de carnes de frango e suína, anunciadas hoje pela Ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Em comunicado, Francisco Turra, presidente da ABPA, afirmou que as cinco novas plantas produtoras e exportadoras de suínos e as três unidades de aves "devem ampliar ainda mais a importância da China na pauta exportadora de proteína animal".

Ele lembra que o Brasil passa a contar com 16 plantas habilitadas para exportar carne suína ao mercado chinês, e 46 unidades autorizadas a embarcar carne de frango.

Envie seu Comentário