SAÚDE

Mais Médicos: mais de 1,4 mil vagas ainda não foram preenchidas

Número se refere às vagas que não foram preenchidas nas duas fases do programa, abertas após a saída dos médicos cubanos.

 

11/01/2019 15h07
Por: G1

 
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

O balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta sexta (11) aponta que mais de 1.400 vagas do programa Mais Médicos ainda não foram preenchidas.

O número se refere às vagas que não foram ocupadas nas duas fases do programa, abertas após a saída dos médicos cubanos, em 14 de novembro.

Na primeira etapa, sobraram 840 vagas.

Nesta quinta (10) se encerrava o prazo da segunda etapa do programa, voltada a médicos com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). Eles deveriam se apresentar nos municípios escolhidos para atuarem.

Dos 1.707 médicos desta fase, 1.087 compareceram às prefeituras e outros 620 não se apresentaram, totalizando 1.460 vagas não ocupadas.

Confira, abaixo, o cronograma com as próximas etapas de seleção para o Mais Médicos:

De 7 a 10 de janeiro: médicos com CRM brasileiro que se inscreveram na segunda etapa de seleção devem se apresentar nos municípios. Segundo o Ministério da Saúde, 1.707 profissionais escolheram localidades. 23 e 24 de janeiro: médicos brasileiros formados no exterior escolhem os locais de atuação entre as 842 vagas disponíveis. 30 e 31 de janeiro: médicos estrangeiros formados no exterior escolhem locais de atuação entre as vagas remanescentes. 4 e 5 de fevereiro: brasileiros com diploma estrangeiro começam as atividades (se já tiverem participado das atividades preparatórias). 6 e 7 de fevereiro: estrangeiros sem registro no país começam as atividades (se já tiverem participado das atividades preparatórias). De 25 a 27 de março: profissionais — brasileiros ou não — com diploma de fora do país começam a trabalhar (depois das atividades preparatórias).