Difamação

Foto de jovens chamadas de "marmita" são expostas em vídeos

A onde de vídeos já foi registrada nas cidades de Sidrolândia e Bandeirantes, os pais procuram os responsáveis pela viralização

 

09/01/2019 18h02
Por: Heloisa Trindade

 
Capa de um dos vídeos viralizados em Sidrolândia-MS Capa de um dos vídeos viralizados em Sidrolândia-MS

Uma onde de vídeos expondo meninas e meninos, na sua maioria menores de idade tem tomado conta de alguns municípios do interior do estado.

Os primeiros casos foram registrados em Sidrolândia, 60 km de Campo Grande, onde pais registraram boletim de ocorência por injúria e/ou calúnia e difamação de seus filhos, já que alguns vídeos começaram a serem repassados nas redes sociais com foto das vítimas as intitulando "marmitas".

"A minha filha ficou em choque com o vídeo, pode parecer uma brincadeira mas causa graves sequelas. Agora ela não quer mais sair e só chora com vergonha das brincadeiras que ouve na rua", disse uma mãe que não quis se identificar.

Outros casos foram registrados em Bandeirantes, 69 km da capital. Os pais procuraram a delegacia, pois a foto de 20 meninas, todas menores de idade aparecem no vídeo que circula via WhatsApp.

A polícia investiga o caso em ambas cidades, em Sidrolândia já existem dois suspeitos que serão ouvidos, já em Bandeirantes, as vítimas acusam um adolescente de 14 anos que foi ouvido, mas afirma não ter criado o vídeo, apenas compartilhado de outras pessoas.

Os autores podem ser sentenciados por calúnia e/ou difamação, regidos pelos art 138 e 139 do código penal.