Policial

Manicure é investigada em Dourados por suspeita de matar filho recém-nascido

 

19/10/2019 17h20
Por: Alan Diógenes

 
Osvaldo Duarte Osvaldo Duarte

A Polícia Civil de Dourados, a 230 quilômetros de Campo Grande, investiga uma manicure de 21 anos, moradora da cidade, suspeita de matar o próprio filho recém-nascido. Ela escondeu a gravidez da família e o bebê morreu após o parto na quinta-feira (17).

De acordo com o site local, Dourados News, ela deve ser autuada por homicídio, após sair do Hospital Universitário da UFGD, onde está internada. Ela teria se queixado de dores durante expediente no salão que presta serviço.

Após passar mal, ela se automedicou e, por volta de 10h30, quando estava sozinha, entrou em trabalho de parto.

Minutos depois, duas pessoas chegaram e perceberam a situação, acionando o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A mãe e o bebê, que já havia nascido, foram encaminhados ao hospital, mas a criança já estava morta.

Ainda conforme o site, a mulher responderá por homicídio, pelo fato de não ter contado sobre a gravidez e não buscar socorro no momento em que passou mal.

Envie seu Comentário