Parlamento Jovem

Deputados estudantes debatem espírito natalino, fraternidade e consumismo

 

09/12/2019 18h36
Por: Redação

 
Projeto é desenvolvido pela Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet. Wagner Guimarães Projeto é desenvolvido pela Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet. Wagner Guimarães

Os deputados estudantes se reuniriam na tarde desta segunda-feira (9) para a sétima sessão ordinária do projeto Parlamento Jovem, promovido pela Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet. Antes da sessão, porém, eles participaram de uma palestra sobre o real sentido do Natal, ministrada pelo Prof. Dr. Josemar de Campos Maciel.

Provocados pelo filósofo, os jovens parlamentares refletiram sobre o espírito natalino e problematizaram a tradicional época do ano cujo sentido, para alguns, ainda não está muito claro, se tempo de esperança, renovação ou mera convenção social consumista. "Como conseguimos falar a língua divina e desprezar o nosso semelhante?", indagou Josemar.

"Natal não é para dar presente, é para ser presente. No Natal, o divino invade a realidade humana e preenche-a de solidariedade. Celebrar o Natal é entrar numa dinâmica mais humana, séria, fraterna. Essa reflexão proporcionada pelo Natal deveria ser estendida a outras épocas do ano, para interromper nosso ritmo de vida frenético habitual, e ajudar a ressignificar nossa vida, nosso cotidiano", pontua.

Na avaliação de Josemar, o grande desafio, na realidade, é ver o outro. "Não precisa ser cristão para entender a função do Natal. Celebrá-lo é dar um passo para ser melhor que você é. Agora, para cada um de nós esse processo ocorre de uma maneira. O problema não está no consumo, mas da maneira que você faz isso".

O gerente da Escola do Legislativo, Ben-Hur Ferreira, agradeceu a participação do filósofo deixando um questionamento aos deputados estudantes. "Onde Jesus está nascendo hoje?". Após a palestra, a presidente da Mesa Diretora, deputada estudante Natallia Braga, declarou aberta a última sessão ordinária do Parlamento Jovem deste ano.

7ª Sessão Ordinária

No Pequeno Expediente, após a leitura da ata da sessão anterior, Natallia leu encaminhamento, direcionado à secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta, solicitando a conclusão das obras de reforma da Escola Estadual Manoel Bonifácio Nunes da Cunha, iniciada em 2018. Conforme o documento, os materiais estão no canteiro de obras, e a poeira dali originada tem causado problemas respiratórios em alguns alunos.

Na sequência, a deputada estudante Eduarda Oliveira comemorou a consagração da Sul-africana, Zozibini Tunzi, como Miss Universo 2019, que, ao ser coroada, em Atlanta, nos Estados Unidos, falou sobre a dificuldade de pessoas negras se enxergarem bonitas, por conta do racismo enraizado na sociedade.

"Ainda há quem se considere superior às outras pela cor da pele. Há pessoas tendo ela, nesse momento, como inspiração, mas ainda há quem diga que ela não é bonita, que não mereceu ser coroada. Não venceremos o racismo com armas, com força. Hoje, somos jovens e temos ânimo para lutar contra ele, mas quem vai fazer isso no futuro? Todos temos que vestir essa camisa e a juventude tem que se unir, se fortalecer e mostrar a sua vez".

Ainda no Grande Expediente, a estudante Gabrielli Fernandes fez um alerta sobre o consumo responsável e, já nas Explicações Pessoais, Guilherme Santana falou sobre o grave problema da evasão escolar e o reordenamento de escolas da Rede Estadual de Ensino, determinada pelo Poder Executivo.

Balanço

O gerente da Escola do Legislativo, Ben-Hur Ferreira, fez um balanço das ações do projeto em 2019. "O saldo é muito positivo e, em relação ao conteúdo, apresentamos temas interessantes para serem debatidos ao longo do ano, mas precisamos repensar nossa estratégia de mobilização, da presença dos parlamentares estudantes. Sempre abordamos um tema relevante para aquele mês, por isso, nesta ocasião, convidamos um filósofo/teólogo para essa reflexão da época do Natal, para que possamos analisar os valores, significado, simbolismo e também o consumismo, sempre numa abordagem plural, que contemple as diversas concepções", pontuou.

Para 2020, conforme Ben-Hur, a Escola do Legislativo terá novidade. "Pretendemos organizar outro programa voltado para a juventude e a ideia é que possamos reunir esse público para debater os temas mais diversos", finaliza.

Envie seu Comentário