23.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

3º do ano: Homem mata mulher a facadas durante discussão por ciúmes

Mato Grosso do Sul registra o terceiro feminicidio de 2024, com homem matando a mulher a facadas durante discussão por ciúmes. O MS continua e deve não deixar de ser o Estado que mais tem violência contra a mulher e que chega ao homicídio pela questão de gênero. O homem de 52 anos é acusado de ter assassinado a companheira de 36 anos, neste domingo (21), no distrito de Silviolândia, em Coxim.

Conforme a Polícia Civil, o fato foi motivado por uma briga por ciúmes.Durante a noite de ontem, a PC foi acionada sobre um feminicídio. Polícia Militar e Perícia Criminal também forma até a residência na qual ocorreu o caso.  

A vítima e o autor tinham um relacionamento amoroso e, logo após uma discussão por ciúmes, ela o mandou ir embora da residência. No entanto, conforme levantou a Polícia Civil, quando autor saia do local, os dois começaram uma nova discussão, momento em que a vítima se apossou de uma faca de cozinha e desferiu alguns golpes contra o autor.

Assim, ele também se apoderou de uma faca de cabo branco e desferiu diversos golpes contra a vítima, que morreu no local.

Se “arrependeu”?

Logo após o ocorrido, o homem tentou se suicidar, desferindo dois golpes de faca contra o próprio peito. O autor foi levado para o hospital e encontra-se sob cuidados médicos, sem risco de morrer.

A Polícia Civil acompanha o caso, que entra para mais vergonhosa estatística do Estado. Em 2023, Mato Grosso do Sul, registrou oficialmente, 39 feminciidos.

O número que pode ser ainda mais, pois nem sempre se relata os casos como homicídio com agravante de feminicidio.

Fale com a Redação