A acadêmica Tainara Laise da Silva Blatt, do Programa de Pós-graduação stricto sensu em Zootecnia (PPZOO) na Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) – Unidade de Aquidauana teve artigo científico publicado  na revista Brazilian Journal of Development, avaliada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) como Qualis B2 (periódicos de excelência nacional). A publicação é assinada em conjunto com Sara Simões Machado, acadêmica de Medicina Veterinária pela UDC. Toda a pesquisa foi desenvolvida durante o estágio na Itaipu Binacional. Todo o artigo foi trabalhado em estágio que Tainara e sua colega  realizaram na Divisão de Reservatório da Itaipu.

O artigo “Hematologia e desempenho zootécnico do Pacu (Piaractus mesopotamicus) cultivado em bioflocos e aquaponia”. O trabalho das acadêmicas teve como supervisor do estágio, André Luiz Watanabe, mestre em Zootecnia pela Universidade de São Paulo (USP), e o colega da Divisão de Reservatório Celso Carlos Buglione Neto, mestre em Aquicultura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), os quais assinam como coautores.

“Minha linha de pesquisa no PPPZOO da UEMS/Aquidauana é a Produção de Organismos Aquáticos e abrange a produção e o manejo de espécies de importância econômica tanto para o estado do Mato Grosso do Sul como para o país, e visa contribuir na geração de tecnologias que sejam ambientalmente sustentáveis”, explica Tainara, que concluirá seu Mestrado ao final de 2022.

A mestranda também destaca a importância de ter ingressado no Estágio Supervisionado da ITAIPU BINACIONAL. “O estágio faz parte do processo de aprendizagem dos futuros profissionais. Para mim, que tive a oportunidade de estagiar numa empresa como a ITAIPU, isso me possibilitou amadurecimento, através da prática e da experiência. Além de enriquecer uma bagagem para o meu desenvolvimento e aprendizagem, como aluna”, destaca Tainara.

Tainara desenvolveu seu estágio na Divisão de Reservatório em dois períodos: de fevereiro a julho de 2018 e de julho de 2019 a janeiro de 2021. Mais informações sobre Estágio na ITAIPU devem ser obtidas via e-mail: [email protected] .

Hematologia 
 
No artigo publicado pelas acadêmicas, veiculado na Brazilian Journal of Development, as autoras usam a hematologia (análise do sangue) como ferramenta para avaliar as condições de saúde do pacu, espécie nativa da Bacia do Rio Paraná, em diferentes técnicas de manejo: aquaponia, bioflocos e renovação da água. As pesquisas foram realizadas na Estação de Pesquisa em Piscicultura e Ecologia de Espécies Nativas, com análise no Laboratório Ambiental da Itaipu.
 
Tainara e Sara concluem a publicação constatando que sistemas fechados de bioflocos e aquaponia não afetam a saúde dos peixes e o emprego da avaliação hematológica pode ser uma eficiente ferramenta de gestão do processo produtivo. 

Parceria UEMS e ITAIPU

A UEMS, por meio da Unidade Universitária de Mundo Novo, possui uma sólida relação de parceria junto à ITAIPÚ BINACIONAL, com diversas ações e projetos decorrentes de um convênio de R$ 7,8 milhões. O convênio, que foi assinado na primeira quinzena de agosto de 2020, tem 36 meses de vigência para execução do que está previsto no Plano de Trabalho. A parceria conta ainda com ações nas áreas de Educação Ambiental, Ecologia e Conservação, Sustentabilidade, dentre outras.

Entre os projetos que compõem os itens desta parcerias: Laboratório de Fertilidade do Solo, Herbário e Ações Socioambientais e Técnico-científicas na Região do Cone-sul de MS. A UEMS de Mundo Novo também atua em parcerias com a ITAIPU junto ao Centro Turístico do Refúgio Biológico de Maracaju (RBM), localizado na cidade de Salto del Guairá, departamento de Canindeyú, no Paraguai, além de integrar o Fórum Consultivo de Apoio à Unidade de Gestão Descentralizada da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (UGD RBMA/ITAIPU).

Com informações do Portal ITAIPU BINACIONAL

Comentários