21/04/2020 09h20
Por: Redação

Acadêmicos da Faculdade de Medicina (Famed) irão analisar a atuação da Atenção Primária à Saúde na cidade de Campo Grande durante pandemia causada pela Covid-19. O projeto foi selecionado no edital “UFMS Contra o Coronavírus”.

“Este é um projeto que nasceu da necessidade sentida por alunos da Famed em entender mais sobre a pandemia e, por enquanto, é uma pesquisa de desenvolvimento local, ligada ao curso de Medicina de Campo Grande”, explica a professora Adélia Delfina da Motta Silva.

O objetivo é avaliar a adequação da Atenção Primária à Saúde (APS) do município aos protocolos e recomendações do Ministério da Saúde diante da pandemia para pontuar possíveis dificuldades enfrentadas pelos profissionais de saúde quanto a disponibilidade de recursos de equipamentos e materiais, analisar o perfil epidemiológico dos pacientes que apresentaram síndrome gripal e foram atendidos pela APS, e verificar como estão as medidas de educação em saúde sobre prevenção à população.

A análise será realizada por meio de visitas a Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) onde será observada a adequação da unidade aos protocolos e recomendações de manejo sobre o coronavírus dadas pelo Ministério da Saúde. Também será feita aplicação de formulários a diferentes profissionais da área, para checagem da aplicação do protocolo do seu ponto de vista, buscando identificar possíveis dificuldades; e dados secundários dos sistemas de informação serão ser observados para compreender a epidemiologia da doença na cidade.

“Esperamos que a Atenção Primária à Saúde/Estratégia Saúde da Família no município de Campo Grande esteja conseguindo se adequar à nova realidade de pandemia, levando em consideração os protocolos e recomendações do Ministério da Saúde, encontrando condições adequadas para os trabalhadores em saúde realizarem os cuidados necessários e recomendados às pessoas com sinais e sintomas da Covid-19”, afirma Adélia.

O projeto é composto por André dos Santos da Silva, Amanda Alves Rezende, Marina Santos Gontijo e Natália Rye Makyama – estudantes do quarto ano do curso de Medicina que propuseram a pesquisa.

Acadêmicos da UFMS avaliam Atenção Primária à Saúde da capital durante pandemia

Comentários