Realizado neste sábado (14), o Ação Cidadania atraiu 3.132 pessoas e realizou 11.247 atendimentos nas áreas de saúde, educação, cidadania e lazer. O evento, que começou às 8 horas e terminou às 15 horas, no parque Jacques da Luz, na região das Moreninhas, em Campo Grande, ofereceu à população atendimento oftalmológico e odontológico, coleta de amostras de HPV feminino, vacinação contra covid-19, Influenza e sarampo, emissão de RG, CPF e carteira de trabalho, entre outros serviços totalmente gratuitos, além do sorteio de 15 bicicletas.

Segundo o chefe de gabinete da presidência da Fiems, Robson Del Casale, a retomada do evento, que ficou suspenso por quatro anos, representa o trabalho do Sistema Indústria para levar inclusão e desenvolvimento para Mato Grosso do Sul. “Sabemos da importância do evento para a população e vamos percorrer o Estado com serviços de cidadania, saúde e educação para atender quem tem dificuldade de acesso”, afirmou.

O diretor-geral do Rede Mato-Grossense de Comunicação, Nicomedes Silva Filho, relembrou o caráter inclusivo da iniciativa. “Estamos muito felizes por retomarmos essa parceria com o Sistema Fiems e dar continuidade a esse evento tão importante para Mato Grosso do Sul”, afirmou.

O diretor-geral do Rede Mato-Grossense de Comunicação, Nicomedes Silva Filho, relembrou o caráter inclusivo da iniciativa. “Estamos muito felizes por retomarmos essa parceria com o Sistema Fiems e dar continuidade a esse evento tão importante para Mato Grosso do Sul”, afirmou. 

Na avaliação do diretor-superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, a instituição não poderia deixar de ser parceira do evento. “É muito importante a inclusão das pessoas por meio da busca por qualificação e a melhoria da saúde. A Fiems está mais uma de vez de parabéns pela realização desse evento, que reúne diversos serviços gratuitos para a população”, declarou.

Para a prefeita Adriane Lopes, a realização desta edição do Ação Cidadania é simbólica. “É um momento de recomeço. É um momento de muito trabalho. Ficamos dois anos numa pandemia, em que deixamos de lado assuntos importantes do nosso cotidiano e da nossa vida. E essa ação oferece vários desses serviços”, disse.

População elogiou serviços reunidos em um único espaço

Quem passou pelo evento elogiou a organização do Ação Cidadania, que reuniu diversos serviços gratuitos para a população em um único lugar. Com dificuldade de conseguir atendimento oftalmológico pelo SUS, a aposentada Vera Lúcia Lhanos, 63 anos, viu no projeto a oportunidade de conseguir um diagnóstico preciso e rápido. “O médico me adiantou que vou precisar realizar uma pequena cirurgia. Além disso, verificou que meu grau aumentou e deu receita para óculos novos. Também passou um colírio para aliviar a secura nos olhos”, contou.

Pensando em ingressar futuramente no mercado de trabalho, a estudante Amanda Azevedo Martins, 14 anos, procurou o evento para emissão da primeira via do RG. Ela veio há menos de um mês da cidade de Rio Brilhante para morar nas Moreninhas. “Minha mãe ficou sabendo que iam tirar o documento e me avisou. Como é aqui do lado de casa, eu vim”.

Resolver pendências burocráticas não foi o único objetivo do Ação Cidadania. O evento também ofereceu oportunidade de divertir a família e apresentar experiência cientificas para a comunidade.  A auxiliar de despachante, Juliana Alves, 43 anos, compareceu em busca de atendimento jurídico. Veio com o filho João Paulo, de 9 anos, e acabou aproveitando muito mais os serviços oferecidos. “Eu não esperava que teria tanto entretenimento para as crianças”, pontou.

Para quem oferece os atendimentos, a iniciativa também acaba sendo gratificante. A enfermeira Hevelen Andreza, destacou a importância de repassar informações de saúde para adolescentes e jovens adultos. “Havia mulheres que já tinham iniciado a vida sexual há algum tempo, mas não sabiam que podiam realizar o exame de HPV. Fizeram aqui pela primeira vez”, explicou. Também foram repassadas aos jovens entre 16 e 25 anos informações sobre infecções sexualmente transmissíveis.

Comentários