22.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 12 de abril, 2024
spot_img

Ação entre Sesau e GCM realiza extermínio de criadouros do Aedes em imóveis abandonados

Uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e a Guarda Civil Metropolitana (CGM) garantiu, na manhã desta quinta-feira (22), o extermínio de criadouros do Aedes aegypti, que pode transmitir a dengue, zika e chikungunya, em imóveis abandonados na região da antiga rodoviária.

Como há a circulação de usuários de entorpecentes nestes locais que podem se apresentar agressivos, a equipe da guarda esteve acompanhando os agentes de combate de endemias (ACEs) para garantir a segurança de todos os servidores.

Ação entre Sesau e GCM realiza extermínio de criadouros do Aedes em imóveis abandonados
Foto: PMCG

“Nossa equipe entra no imóvel antes dos agentes e realiza a vistoria se há alguém lá dentro. Em apenas uma das situações havia gente dentro do imóvel que, assim que pedimos para se retirar, ele saiu de prontidão”, explica o GCM Jary Muzili.

Em todos os imóveis vistoriados pelas equipes do CCEV foram encontrados focos do mosquito, conforme o coordenador do setor, Vagner Ricardo. Além da vistoria, nos locais onde não havia como realizar o descarte do criadouro, como é o caso de bueiros, foram colocados larvicidas.

“Essa não é uma ação pontual, devemos continuar aqui na região central, já que existe uma grande quantidade de imóveis abandonados”, completa Vagner. Ele ainda lembra que, além do extermínio desses depósitos de água e criadouros, os proprietários dos imóveis também serão identificados e notificados.

Fale com a Redação