A movimentação é intensa na residência do deputado estadual Jamilson Name, alvo da sexta fase da operação Omertà, deflagrada nesta quarta-feira (2). Equipes do Garras e Gaeco estão desde as 6 horas desta manhã no local.

Há pouco, agentes foram até uma das viaturas que estão estacionadas em frente a casa e pegaram alguns malotes. Uma máquina de contar cédulas também foi levada para dentro da residência.

Há mandado de busca e apreensão decretado na casa do parlamentar, filho do empresário Jamil Name, preso por chefiar uma milícia em Mato Grosso do Sul. A operação de hoje também mira na empresa da família, o Pantanal Cap. A Justiça mandou encerrar os trabalhos da empresa. 

Ao todo, são 13 mandados de prisão e 17 de busca e apreensão que estão sendo cumpridos. 

Comentários