Familiares de reeducandos entraram em contato com a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) informando que pessoas estão telefonando, se identificando como advogados, e solicitam dinheiro para que seja feito acompanhamento do interno que estaria com Covid-19.

Conforme denúncias repassadas por familiares de custodiados na Penitenciária de Regime Fechado da Gameleira, a pessoa se identifica como advogado e cobra um valor de R$ 500,00 para fazer o acompanhamento e levar mantimentos para o detento que estaria com a doença, e que o presídio não estaria repassando essa informação.

As informações e serviços prestados nas unidades prisionais são totalmente gratuitos e em hipótese alguma a equipe da penitenciária solicita auxílio financeiro ao familiar.

Um fato curioso é que, nos casos apresentados nas denúncias, os reeducandos sequer estavam realmente em tratamento contra a doença.

A Agepen destaca que em todos os casos identificados de Covid-19, o familiar cadastrado do custodiado é informado pela equipe do presídio, num prazo de até 24 horas após a confirmação. A Penitenciária da Gameleira e os outros maiores presídios de regime fechado do Estado também contam com o Disk-Covid para informações sobre o assunto.

Além disso, é permitido que o próprio familiar cadastrado com a carteirinha de visitante leve os materiais permitidos ao interno até o estabelecimento penal, não necessitando de intermediários para isso.

Outra questão importante é que, mesmo com a suspensão das visitas presenciais, os familiares podem agendar a visita virtual para terem contato com o preso.

O caso já foi repassado à Gerência de Inteligência do Sistema Penitenciário (Gisp) para apurações devidas.

Os relatos até o momento se concentram em contatos feitos com familiares de custodiados na Penitenciária da Gameleira, por isso a Agepen reforça informações referentes ao referido presídio:

Disk-Covid Gameleira: (67) 99134-6200 – Ligação e WhatsApp.

As visitas virtuais na Gameleira podem ser agendadas pelos telefones (67) 3378-0410 ou 3378-0411 ou também pelo email: [email protected]

A entrega de pertences na Penitenciária ocorre da seguinte forma:
Pavilhão 1: 1ª quarta-feira do mês
Pavilhão 4 e Inclusão: 2ª quarta-feira do mês
Pavilhão 3: 3ª quarta-feira do mês
Pavilhão 2 (presos oriundos de delegacias, audiência de custodia e isolamento Covid): de segunda a sexta das 08h00 as 16h00 e aos sábados 08h00 às 12h00.

Publicado por: Keila Terezinha Rodrigues Oliveira

Comentários