Como parte das atividades e aulas remotas adotadas devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os alunos da 1ª série do Novo Ensino Médio da Escola do Sesi de Dourados elaboraram o projeto “Eleições”, que abordou temas sobre cidadania, democracia, sociedade, voto consciente e funcionamento da máquina pública. A atividade ajudou a promover a reflexão sobre a democracia, estimulando a argumentação e a troca de saberes sobre a estrutura política brasileira.

No decorrer do mês de novembro, os estudantes realizaram debates, estudos baseados nos capítulos do material didático sobre democracia, cidadania, direitos e estrutura social brasileira e, a partir das reflexões teóricas, os professores Fábio Gomes, Douglas Bortolanza e Jonatas Rodrigues, que lecionam a disciplina de Ciências Humanas, lançaram o desafio para desenvolverem de forma simulada toda uma campanha eleitoral. 

A execução do projeto iniciou com a separação de grupos nas turmas, cada turma indicou um candidato a prefeito e vice, vereadores e assessores. Os grupos ficaram responsáveis por fazer um levantamento de problemas existentes na nossa cidade tendo como eixos principais: educação, infraestrutura, saúde, meio ambiente e segurança pública, após esse levantamento cada grupo deveria criar propostas de soluções para as demandas.

Por outro lado, os grupos precisavam desenvolver ações de marketing para divulgar as chapas, nesse sentido foram criados materiais como cartazes, santinho e spots em vídeo de propaganda e pages em redes sociais. Esses materiais foram apresentados em sala e avaliados pelos professores em conjunto com as turmas.

A finalização do projeto foi marcada por um debate entre os candidatos a prefeitos em que eles puderam expor e debater oralmente suas propostas, além de fazer perguntas entre eles no sentido de apontar e demonstrar qual estaria mais preparado para gerir uma cidade. “Enfatizo o envolvimento e a dedicação com a qual os estudantes desempenharam essa atividade. Principalmente a capacidade de compreender o seu papel no processo de construção do ideal de cidadania efetiva”, disse o professor Jonatas Rodrigues.

Já o professor Fábio Gomes ressalta que é preciso oportunizar e construir projetos como esse que englobem múltiplas habilidades e desenvolvam competências nas mais variadas áreas de saberes. “Por um lado, refletimos e aprendemos muito sobre a sociedade, democracia e cidadania, e, por outro, desenvolvemos ideias de gestão empreendedora, marketing, com muita criatividade e uso de tecnologias”, pontuou.

Os estudantes aprovaram a inciativa e elogiaram a forma como foi proposta pelos professores. “A atividade foi muito bem planejada e desenvolvida. Eu enxerguei como uma grande oportunidade para participarmos dessa simulação de eleições municipais, pois foi como uma experiência política que nos possibilitou entender como a política é trabalhada e sua importância, além de ser um trabalho coletivo que simboliza a formação de identidades e opiniões”, disse o aluno Thiago Oviedo.

“O projeto envolveu a política da nossa cidadania, por meio dele, pude aprender mais sobre os três poderes públicos, que atuam de forma individual, mas harmônica entre si. Gostei de pesquisar, produzir e desenvolver projetos para a nossa cidade, e também, eu tive a oportunidade de colocar meu repertório em prática, através do debate mediado pelos professores. Portanto, acredito que fortaleci o meu jeito de debater e rebater argumentos, graças à essa atividade bem dinâmica, pois aprendi muito com a outra sala participante, me motivando a sempre buscar o meu melhor”, finalizou o aluno Fabrício Magalhães.

Comentários