O assunto ‘Anitta’ voltou a ser tema de uma polêmica no palco da Expoagro, feira agropecuária de Dourados encerrada neste domingo (22). A cantora foi defendida pelo dj Pedro Sampaio na noite de sábado (21), durante o seu show.

“Eu não sei vocês, mas eu amo a Anitta”, gritou o artista no palco enquanto tocava o megahit ‘Envolver’, uma das principais músicas da cantora em sua carreira Internacional.

Nas redes sociais, Pedro Sampaio compartilhou esse momento do seu show em Dourados, acrescentando na legenda do stories que “há poucos dias atrás, nesse mesmo palco, a situação era diferente”.

Veja o momento em pauta no vídeo abaixo:

A citação do dj é uma referência às críticas feitas pelo cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, que durante o show deles na última quinta-feira (19) fez uma discurso aos fãs que vaiavam Anitta pedindo para que eles rezassem para pessoas como ela.

O show em Dourados

Conforme os vídeos que foram compartilhados, em determinado momento da apresentação da dupla os fãs começam a insultar a artista carioca. “Ei, Anitta, vai tomar no c*”, disseram, em coro.

Ao ouvir o insulto, o cantor Zé Neto interrompeu o shows e disse: “Gente, não precisa! Vamos rezar por essas pessoas, pedir para que Deus abra as mentes delas e elas entendam. Que venha um dia, que um dia só na vida, colocasse uma botina amarela só na vida, entrasse num curral cheio de bosta para separar o gado, tirar um leite. E ver que a vaca não dá leite, você tem que ir lá tirar. O leite que você compra na caixinha não vem bonitinho da caixinha, alguém tirou”, disse ele, sem citar o nome da cantora.

Entenda a polêmica

Após episódio de Zé Neto, dj Pedro Sampaio defende Anitta em Dourados
Anitta é alvo de vais de fãs de Zé Neto — Foto: Reprodução

O fato é uma consequência de outro episódio da dupla sertaneja, ocorrido em um show na cidade de Sorriso (MT), quando Zé Neto fez uma crítica endereçada à Anitta.

“Estamos aqui em Sorriso, no Mato Grosso, um dos estados que sustentaram o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não”, discurssou o cantor no palco, naquela ocasião.

Após a defesa de diversos famosos, entre eles Felipe Neto e Gkay, Zé Neto voltou a debochar da situação, dizendo: “Não falei nome de ninguém. Mas o engajamento tá top. Mete o pau”.

No mesmo dia do show de Dourados, Zé Neto chegou a comentar sobre a polêmica envolvendo a cantora em uma rede social. “Eu tenho um defeito muito grande quando eu bebo, eu falo muita verdade. Deixa falar, essas coisas não me atingem“, declarou pelas redes sociais.

A Anitta, por sua vez, ainda não se manifestou sobre os episódios. Ela está em carreira internacional no momento.

Cantor pediu desculpas

Na manhã de sábado (21), o cantor Zé Neto publicou uma série de Stories em seu Instagram onde se justificou sobre a polêmica e alegou que nunca quis incentiva discursos de ódio.

“Praticamente dobrou o número de engajamento, os comentários contra e a favor, mas eu queria dizer uma coisa, nunca, pela vida dos meus filhos, a nossa intenção foi incitar o ódio, a gente se expressou de uma maneira, porque queríamos mostrar o lado de quem vive no agro, na roça”, iniciou ele.

“Jamais quis incitar ódio ao próximo, isso está longe da gente, e eu peço desculpas a quem entendeu errado. Eu queria repreender todo tipo de ódio que está sendo construído por causa de uma expressão errada que eu fiz. Em algumas coisas eu confirmo meu ponto de vista, que realmente, é, e algumas coisas não”, complementou.

“Acho que a gente é livre para escolher o que quiser, cada um tem o seu ponto de vista, tem gente que está do lado de cá e está vendo como funciona, que vão me apoiar. Cada um tem seu posicionamento e independente disso, a gente está aqui representando música”, finalizou Zé Neto.

Comentários