Atacante Pedro comemora gol sobre o Goiás, no Maracanã (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Com a vitória no Maracanã, Rubro-Negro quebra jejum de quatro jogos sem vencer na competição e sobe na tabela

Depois de quatro partidas, o Flamengo voltou a vencer no Brasileirão. Na tarde deste sábado (21), o time fez 1 a 0 no Goiás, no Maracanã, pela 7ª rodada. O único gol do jogo foi marcado pelo centroavante Pedro, no início do primeiro tempo. Apesar do placar magro, o Rubro-Negro teve o controle do duelo, com o adversário tendo finalizado somente três vezes e nenhuma no alvo.

Com a vitória, a equipe carioca subiu na classificação, alcançando o 11º lugar de forma temporária (nove pontos). Já o Goiás caiu para a 14ª posição com oito. O próximo compromisso do Fla é na terça-feira (dia 24), contra o Sporting Crystal (Peru), às 21h30, no Maracanã, pela última rodada da 1ª fase da Copa Libertadores.

Pelo Brasileirão, o time carioca faz o clássico contra o Fluminense dia 29 (domingo), às 18h, também no Rio de Janeiro. Já o Goiás atua no dia 28 (sábado), em casa, diante do RB Bragantino, às 16h30.

O jogo

Logo aos 16 minutos o Flamengo abriu o placar. Gabigol foi próximo ao meio-campo para receber a bola e lançou na direita em profundidade para Matheusinho. O lateral foi até a linha de fundo cruzou a meia altura para Pedro finalizar de primeira na pequena área (1 a 0). O camisa 21 marcou seu sétimo gol na temporada. Aos 21, o Rubro Negro chegou a aumentar o placar, mas a arbitragem marcou falta do zagueiro Pablo, em cima do goleiro Tadeu.

Aos 44 minutos, Gabigol cruzou pelo alto da esquerda para Bruno Henrique. O atacante chutou cruzado de primeira e mesmo não tendo pegado bem na batida, exigiu boa defesa do goleiro Tadeu. O primeiro tempo terminou com o Flamengo tendo 69% de posse de bola. Foram sete finalizações, sendo quatro na direção do gol. O Goiás conseguiu alguns bons contra-ataques, mas só teve um chute na partida, que foi para fora com o centroavante Pedro Raul.

O panorama do segundo tempo não mudou. O Rubro Negro seguiu com mais posse de bola e atacando, com o Goiás explorando os contra-ataques. Porém, a intensidade do jogo diminuiu, com o jogo perdendo em emoção. Aos 44 minutos, o Goiás teve sua melhor chance do jogo. Contra-golpe pelo meio, Apodi apareceu livre com o goleiro Hugo, dentro da grande área, mas na hora da finalização, chutou por cima.

Mesmo terminando o jogo com 64% de posse de bola e 12 finalizações (seis no alvo), o Flamengo saiu vaiado de campo e torcedores protestando contra o presidente Rodolfo Landim.

Fonte: R7

Comentários