Divulgação

O Sindicato dos Árbitros do Mato Grosso do Sul tem promovido ações de arrecadação em prol da arbitragem do Estado. O Secretário Augusto Ortega conta algumas medidas tomadas pela entidade para ajudar os profissionais que estão parados sem partidas de jogos para aptar.

“Em março, no início da pandemia, fizemos campanha em todo o Estado de arrecadação de alimentos. Conseguimos a liberação de todos os recursos públicos que estavam atrasados para pagamento das taxas de prestação de serviços”, explica Augusto.

Uma parceria com a Secretaria de Assistência Social de Campo Grande e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) Social, disponibilizou mais de 50 cestas básicas para os árbitros, no mês de maio.

Augusto conta que a entidade conseguiu junto a ANAF (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol), mais uma verba para compra de novas cestas básicas. “Fora isso que são as coisas em grande quantidade, temos os atendimentos individuais que variam os objetivos, mas quase sempre são recursos econômicos para pagamento de despesas de casa, aluguel, fraldas e outros”, conta.

Comentários