Cidade de Dourados. (Foto/Divulgação)

As obras de recapeamento na área central de Dourados já estão refletindo diretamente nas vendas do comércio, que se recupera dos prejuízos causados pela pandemia. De acordo com o presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACED), Nilson Aparecido dos Santos, antes da recuperação da malha asfáltica, os buracos nas vias afugentavam os consumidores.

“Chegava a ser constrangedor ouvir o que os visitantes de nossa cidade diziam ao chegar aqui, ao transitar pelos buracos. Hoje a nossa realidade é bem diferente. O comércio de Dourados está novamente atraindo clientes daqui e da região e isso tem impulsionado as vendas, o que gera emprego e renda às famílias douradenses. Foi uma importante obra do Governo do Estado para o nosso município”, ressaltou.

O presidente do Sindicato Rural de Dourados e empresário Angelo Ximenes também observou melhorias a partir do novo asfalto. Sócio proprietário de uma empresa de consultoria que fica na área central do município, ele destaca a situação da Rua Assis Haslem, que recebeu melhorias antes mesmo do quadrilátero central.

Asfalto novo impulsiona vendas e diminui custos no comércio central de Dourados
Presidente do Sindicato Rural, Angelo Ximenes

“Trata-se de uma importante via que dá acesso ao aeroporto, Exército e as universidades e transitar por ela antes do recape era uma missão difícil. Somente a minha empresa tem 10 veículos para atendimento ao produtor no campo e muitas vezes para escapar da buraqueira e dos prejuízos que ela causa, nós usamos estacionamento alternativo. Hoje, com o asfalto novo, reduzimos em 10% as despesas com manutenção de veículos. Em relação a área central de modo geral, antes das obras, era um calvário ir até um banco, um restaurante, e hoje esta triste realidade ficou para trás. A malha asfáltica está recuperada, graças a essa iniciativa do Governo do Estado”, ressalta.  

Obras

As obras de recapeamento na área central vão somar 213 mil metros quadrados de extensão.  O pavimento é feito para durar. Por isso, em boa parte das obras o asfalto antigo é completamente retirado e dá lugar a um novo, com espessura de 3 cm a 5 centímetros. A previsão de conclusão dos trabalhos é em junho de 2022. Ao todo, 77% das obras estão concluídas. 

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, R$ 23 milhões estão sendo aplicados na obra, valores que movimentam a economia local, já que 90% de tudo que é aplicado nas obras é adquirido dentro do Estado. Em uma época de crise econômica causada pela pandemia, o recapeamento gera ainda 200 empregos diretos.

“São dezenas de bairros que receberam pavimentação ao longo dos últimos anos, bem como o recapeamento nas principais avenidas como Marcelino Pires, Joaquim Teixeira Alves, Weimar Gonçalves Torres e Hayel Bon Facker. Desta vez todo o quadrilátero central, o que inclui 8 ruas e 60 transversais, estão sendo contemplados. O novo asfalto valoriza o comércio, mas principalmente a vida do cidadão, que tem mais segurança ao trafegar por ruas sem buracos”, afirma Riedel.   

Asfalto novo impulsiona vendas e diminui custos no comércio central de Dourados
Em agosto deste ano o governador Reinaldo Azambuja visitou Dourados, onde vistoriou e entregou obras (Foto Chico Ribeiro)

A obra do quadrilátero central foi dividida em quatro setores e todos compreendem a restauração funcional do pavimento, drenagem de águas pluviais, sinalização viária, calçamento e acessibilidade das vias.     

O setor 1 foi delimitado, abrangendo as seguintes ruas: Aquidauana, Hilda B. Duarte, Avenida Weimar Gonçalves Torres e Rua Ponta Porã. O valor da obra é de R$ 5.564.723,71. Já para o setor 2 a obra foi contratada pelo valor de R$ 4.634.248,66; abrangendo as ruas: Barão do Rio Branco, Rua Brasil, Rua Joaquim Teixeira Alves e Avenida Weimar Gonçalves Torres.

No setor 3 serão revitalizados os trechos da rua Hilda B. Duarte e Firmino V. de Matos, Avenida Weimar Gonçalves Torres e Rua Ponta Porã. Serão investidos R$ 6.602.866,13. No setor 4 estão contempladas as ruas: Firmino V. de Matos e Floriano Peixoto e Avenida Weimar Gonçalves Torres e Rua Ponta Porã. O valor de investimento é de R$ 7.140.163,54.

O Governo do Estado já investiu R$ 22 milhões na modernização das principais avenidas de Dourados. Foram R$ 10 milhões para recapear oito quilômetros da Avenida Hayel Bon Faker; outros R$ 7, 3 milhões para restauração da Weimar Gonçalves Torres; mais R$ 11 milhões de investimentos na revitalização da Marcelino Pires; e R$ 3 milhões para a Rua Joaquim Teixeira Alves.

Asfalto novo impulsiona vendas e diminui custos no comércio central de Dourados
Presidente da Aced, Nilson dos Santos

Fonte: Ascom Gov MS

Comentários