Reprodução/Facebook

Petterson Ribeiro Dutra de 27 anos, assassino de Everton Quebra de Oliveira de 29 anos, se apresentou à polícia ontem (25), prestou depoimento e foi liberado. A faca utilizada no crime foi apreendida. Já nesta quinta-feira (26), o advogado de defesa de Petterson disse que “Ele não teve a intenção de matar, vai responder ao inquérito e provar a sua inocência”.

O crime aconteceu na noite do último domingo (22), durante uma festa de aniversário no Bairro Portal Caiobá II, em Campo Grande. Conforme relatos dos parentes de Everton, e das pessoas que estavam na festa, a confusão começou porque Petterson tentou agredir uma adolescente que estava escorada em seu carro. Mas, o advogado nega e diz que seu cliente ‘apenas gritou’ para ela sair de perto do veículo.

A adolescente prestou depoimento à polícia e contou que não chegou a ser atingida, mas se assustou e, chorando, procurou pelo seu pai, que foi tirar satisfação com Petterson.

O pai da menina e um sobrinho de Everton começaram a discutir com o suspeito. Everton chegou para ajudar a separar a briga e acabou sendo atingido por um golpe de faca no peito. Um amigo de Everton foi socorrê-lo e foi ferido na barriga com duas facadas.

O advogado também relata que seu cliente agiu em legitima defesa após ser agredido por 20 pessoas que estavam na festa. A polícia segue investigando o caso.

Comentários