Um dos feridos aguarda socorro. Divulgação

Uma segunda morte, de uma menina de 9 anos, é noticiada por site paraguaio

Na noite dessa sexta-feira (4), um atentado deixou pessoas feridas na cidade paraguaia de Zanja Pytá, que faz fronteira com o distrito de Sanga Puitã em Ponta Porã, sendo que uma delas acabou morrendo ao dar entrada em um hospital particular de Pedro Juan Caballero. Uma segunda vítima, uma criança, teria também morridos pelos disparos de arma de fogo.

Um dos feridos foi identificado como sendo o brasileiro Michel Antunes Pinto, de 35 anos, e não resistiu aos ferimentos sofridos. Há relatos de que uma mulher de 30 anos, que seria sua esposa, também foi ferida com gravidade e corre risco de morte e que haveria outros feridos.

No entanto, conforme o site paraguaio Capitan Bado, traz informações que uma menina de 9 anos, filha de Michel, seria a segunda vítima fatal da execução.

O crime ocorreu por volta das 22h30, quando a família estava em uma caminhonete Toyota de cor prata, momento em que foi surpreendida pelos atiradores. A ação criminosa teria começado em território brasileiro e o motorista tentou fugir, mas acabou atingido e perdeu o controle do veículo na cidade paraguaia.

A Polícia Nacional do Paraguai investiga o caso.

Comentários