Para ampliar investimentos na agricultura familiar de Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja cobrou no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a liberação de R$ 70 milhões em emendas do Orçamento da União de 2019 e 2020.

Em audiência com a ministra Tereza Cristina nesta terça-feira (14) em Brasília (DF), ele destacou que os recursos serão destinados para aquisição de maquinários, equipamentos e implementos agrícolas “que fortalecem e melhoram a competitividade dos pequenos produtores”.

“Estamos trabalhando, ainda, para a indicação de mais emendas para este ano para a recuperação de estradas vicinais, que têm relação direta com o escoamento da produção de assentamentos da agricultura familiar”, pontuou Reinaldo Azambuja. 

Segundo ele, a ministra garantiu atenção especial as demandas do Mato Grosso do Sul. “Além de ministra, Tereza Cristina é amiga de todo o setor produtivo do Estado. Temos a certeza de que ela é atenta às necessidades do campo, indutor da nossa economia”, completou. 

Desde 2015, quando teve início o primeiro mandato do governador Reinaldo Azambuja, a agricultura familiar de Mato Grosso do Sul já recebeu mais de R$ 1 bi em investimentos – da compra de equipamentos agrícolas até a elaboração de projetos do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf).

O Estado tem mais de 70 mil agricultores familiares, entre famílias assentadas, quilombolas e agricultores familiares tradicionais, segundo dados da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer). Atualmente, 70% da cesta básica do brasileiro vem do pequeno produtor.

Bruno Chaves, Subcom

Comentários