23.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

Baixa umidade do ar deixa todas cidades de MS em alerta, segundo Inmet

Boletim divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), neste sábado (22), coloca todos municípios de Mato Grosso do Sul em alerta para a baixa umidade relativa do ar. O comunicado vale até às 19 horas de hoje, com a umidade entre 30% e 20%, estando classificado na cor amarela, ou seja, de grau de potencial perigo.

A OMS (Organização Mundial de Saúde), classifica que faixa de umidade ideal para o organismo humano situa-se entre 40% e 70%. Quando essa taxa cai para 30%, já se configura uma situação de alerta, com prejuízos evidentes para a saúde.

Ontem (21), por exemplo, Campo Grande foi a capital do país com o menor índice, ficando na 17ª colocação no ranking geral do Inmet. Jardim foi a cidade com a menor unidade do país, marcando 18%, semelhante ao clima de deserto. Amambai e Aquidauana vem em seguida, com 19%. 

Recomendação

Para períodos como estes, o recomendado é beber bastante líquido, evitar desgastes físicos, e evitar exposição ao sol nas horas mais quentes. Veja a seguir, outras recomendações:

Cuidados pessoais

  • Lave as mãos com frequência e evite colocá-las na boca e no nariz;
  • Procure manter o corpo sempre bem hidratado. Portanto, beba bastante água, mesmo sem sentir sede. Na hora do lanche ou da sobremesa, dê preferência a frutas ricas em líquidos, como melancia, melão e laranja, por exemplo. Em especial, fique atento à hidratação das crianças, idosos e dos doentes;
  • Aplique soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar o ressecamento;
  • Evite a prática de exercícios físicos até às 16h;
  • Use produtos para hidratar a pele do rosto e do corpo, pelo menos depois do banho e na hora de deitar;
  • Coloque chapéus e óculos escuros para proteger-se do sol;
  • Aproveite o vapor produzido pela água quente durante o banho para lubrificar as narinas

Cuidados com o ambiente

  • Ponha toalhas molhadas, recipientes com água ou vaporizadores nos aposentos, principalmente nos quartos de dormir;
  • Evite aglomerações e a permanência prolongada em ambientes fechados ou com ar condicionado, pois o ressecamento das mucosas aumenta o risco de infecções oportunistas das vias aéreas;
  • Mantenha a casa sempre limpa e arejada. O tempo seco aumenta a concentração de ácaros, fungos e da poeira em móveis cortinas e carpetes;
  • Procure não usar vassouras que levantam o pó por onde passam. Se não for possível utilizar aspiradores, utilize panos úmidos;
  • Ligue os ventiladores de teto para cima. Ligados para baixo, levantam a poeira que se mistura no ar que você vai respirar;
  • Deixe o carro em casa, sempre que possível; aproveite para dar uma caminhada quando for percorrer distâncias menores;
  • Não queime lixo nem provoque queimadas por descuido ou desatenção.
Fale com a Redação