Reunião na Famasul. (Foto/Divulgação)

O presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, recebeu na manhã de quarta-feira (5), visita institucional do Banco Bradesco, representado por Carlos André Carvalho, gerente regional alta renda; Luiz Carlos Rossi Junior, gerente regional e José Carlos Nogueira, gerente de agência.

Na ocasião, os membros da instituição financeira se retrataram a respeito do vídeo publicitário divulgado nacionalmente pelo Bradesco em dezembro intitulado “Carbono Neutro – Transforme o Futuro”. O vídeo foi retirado do ar após o banco reconhecer o equívoco.

Durante a reunião, Bertoni ressaltou o compromisso do agro no avanço das metas de redução de emissões de gases do efeito estufa até 2030 por meio do uso de técnicas sustentáveis a exemplo da Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF), com mais de 11,4 milhões de hectares implantados e a Recuperação de Pastagens Degradadas, que hoje somam mais de 10,4 milhões de hectares no país.

Os dados publicados pelo IPCC – Intergovernmental Panel on Climate Change, organização científico-política criada em 1988 no âmbito das Nações Unidas pela iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e da Organização Meteorológica Mundial, responsáveis por estudos sobre as Emissões Globais de Gases de Efeito Estufa (GEEs) mostram:

• O total de emissões de GEEs Globais em CO2e em 2014 foi de 49,85 Gt (76% CO2; 16% CH4; 6% N2O; 2% Outros);

• Diversos setores contribuíram para essas emissões:

Energético – 72,2% (35,97 Gt CO2e);

Agropecuária – 11,5% (5,74 Gt CO2e);

Mudança de Uso da Terra – 7,8% (3,91 Gt CO2e);

Processos Industriais – 5,4% (2,69 Gt CO2e);

Resíduos – 3,1% (1,54 Gt CO2e).

O estudo ainda evidencia que as emissões da agropecuária brasileira foram de 0,43 Gt CO2e (7,5% das emissões da agropecuária mundial), onde 55% foram gerados por fermentação entérica de rebanhos bovinos. Ou seja, a carne bovina produzida pelos pecuaristas brasileiros gera apenas 0,47% do total de emissões de Gases de Efeito Estufa em nosso Planeta.

Os fatos demonstram que a produção agropecuária brasileira alimenta milhões de pessoas com segurança.

Comentários