Reunido com contabilistas de Dourados, o candidato Barbosinha (coligação DEM/PSDB/Solidariedade/PSD/Podemos/MDB/Patriota/Avante/ PSB) entregou o plano de governo, contendo propostas de gestão para administrar Dourados a partir de janeiro, e colheu novas sugestões de representantes do segmento.

Francisco Cardoso, presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, recebeu o plano e falou da importância de ter em mãos um documento que representa o futuro, com propostas que podem transformar a cidade.

“É preciso saber o que o candidato pensa sobre nossa cidade porque é fundamental escolher um bom gestor, que vai trabalhar fortemente pelo desenvolvimento” disse o presidente da entidade, acrescentando que “a esperança sempre tem que estar presente”.

Barbosinha falou de emprego, geração de renda, moradias, finalização de obras paradas dos Ceims e construção de novas unidades e ainda, sobre o fortalecimento do comércio para que haja um aquecimento na economia e, consequentemente maior arrecadação.

Questionado sobre situações que envolvem diretamente serviços que a entidade presta e que dependem da Prefeitura, o candidato a prefeito afirmou que seu gabinete estará de portas abertas para debater as demandas de cada segmento.

“Nossa proposta é envolver a sociedade como um todo nas discussões sobre o que é prioridade para a cidade, avaliando cada ponto, porque é assim que se administra e, que vamos fazer uma gestão séria e com responsabilidade”, concluiu Barbosinha.

Comentários