Em novo crime atribuído ao grupo de extermínio “Justiceiros da Fronteira”, o brasileiro Rogério Laurete Buosi, 26 anos, foi assassinado na noite deste sábado (25), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul.

O corpo da vítima foi encontrada em cima de um colchão na residência onde morava, localizada no Bairro Defensores Del Chaco, com sinais de sete disparos por arma de fogo na cabeça, três no braço esquerdo e um na mão. Outras partes do corpo também apresentavam lesões.

De acordo com as informações iniciais da Perícia Criminal, foram recolhidas 13 cápsulas de munições do interior do quarto.

Ao lado do corpo em um bilhete atribuindo o crime aos “Justiceiros da Fronteira”, escrito em espanhol, numa folha de caderno, “Nao robar na frontera“.

O caso vai ser investigado pela Polícia Nacional do Paraguai.

Comentários