Com a chegada da Black Friday consumidores e empresários precisam intensificar atenção na hora das compras para garantir segurança e proteger dados pessoais

O Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian registrou um aumento de 10,0% em outubro de 2021, no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Essa alta significa que, a cada 7 segundos uma movimentação suspeita acontece no Brasil. Além disso, de acordo com o índice, o segmento de Bancos e Cartões é o que possui a maior representatividade (58,0%) e, ainda levando em conta a variação anual (out/21 x out/20), registrou expansão de 16,6% em relação às movimentações fraudulentas detectadas.

“Com o fortalecimento das transações online e a proximidade do período de Black Friday, que impulsiona as vendas no país, esse cenário tende a se agravar. É comum que os fraudadores aproveitem oportunidades como essas, em que os consumidores estão mais dispostos a comprar e abertos para descontos e promoções milagrosas, para intensificar as tentativas de golpes financeiros com foco, principalmente, em bancos e cartões”, explica o Diretor de Soluções de Identidade e Prevenção a Fraudes da Serasa Experian, Jaison Reis.

Ainda segundo o indicador, a faixa etária que mais sofreu com as tentativas de ataque em outubro deste ano é a dos consumidores de até 25 anos, que representam 13,1% do total. Em sequência estão aqueles de 26 a 35 anos, com 10,9% e os de 36 a 50 anos, marcando 9,5%. A parcela da população com idade de 51 a 60 representa 8,7% das possíveis vítimas, enquanto as pessoas acima de 60 anos equivalem a apenas 8,4%.

Para Jaison Reis, os consumidores precisam ficar cada vez mais atentos durante as compras digitais e existem algumas dicas que podem ajudar a evitar situações perigosas. “Em busca de realizar bons negócios no período de Black Friday, por exemplo, as pessoas devem se atentar, principalmente, a procedência dos sites em que estão navegando e inserindo seus dados pessoais. Além de investigar com cautela as promoções e links enviados por e-mail, que podem ser falsas e até utilizar o método de phishing para extraviar informações”.

Ainda de acordo com o Diretor de Identidade e Prevenção a Fraude da Serasa Experian, os empreendedores também estão na mira dos crimes cibernéticos e precisam reforçar suas medidas de segurança. “É fundamental que as empresas estejam sempre se atualizando e fortificando as medidas de segurança contra fraudadores. Em um momento tão significativo para o varejo, como é a Black Friday, sofrer uma tentativa de fraude pode impactar negativamente o faturamento dos negócios. Por isso, é preciso utilizar uma abordagem de camadas para lidar com os crimes digitais, agrupando soluções capazes de possibilitar aspectos diferentes de proteção”.

Dentre as regiões mais visadas pelos cibercriminosos, destaque para o Sudeste, com 52,4% das tentativas de fraudes, seguido do Nordeste (17,7%), Sul (15,1%), Centro-Oeste (8,9%) e o Norte (6,0%). 

Comentários