(Foto-Edemir Rodrigues)

Pai e filho são vítimas de atentado na fronteira em crime acontecido em uma fazenda, que agora mobiliza grande contingente da Segurança Pública de Mato Grosso do Sul. Até um helicóptero da Policia Militar, está sendo deslocado da Capital, para ser usado na busca dos assassinos do produtor rural Olenir Silva e do filho Antônio Alexandre Silva. Os dois foram mortos na manhã desta sexta-feira (14).

As vítimas eram pessoas conhecidas na região de Amambai e o crime causou comoção na cidade e há uma grande movimentação de produtores rurais e populares em direção a fazenda Peteĩ localizada na saída para Juti na MS 289.

O secretário de Justiça e Segurança Pública de MS, Antonio Carlos Videira, foi quem informou pessoalmente, a pouco, que já existe um grande número de policiais na região. “Homens do Batalhão de Choque, do BOPE e da PM de cidades da região, além de um helicóptero estão sendo deslocados para dar apoio aos policiais de Amambai e do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) que já estão realizando buscas aos criminosos que entraram em uma mata da região depois de cometerem o crime”, anunciou Videira.

O crime pode ter ocorrido em retaliação ou confronto entre as duas vitimas e criminosos então assaltantes da propriedade. Sem ser oficial ou de apuração policial, mas informações nas redes sociais surgiram a contar que o fazendeiro e o filho, teriam flagrado um grupo roubando gado e os dois foram capturados e executados de forma violenta.

A polícia não se manifestou em nada ainda e muito menos confirmou esta versão das redes sociais.

Busca por assassinos de pai e filho na fronteira tem reforço de PMs em terra e pelo ar com helicóptero
Filho e pai foram assassinados na manhã desta sexta-feira (14) na fazenda da família em Amambai.(Foto: Arquivo)
Comentários