Graziela está desaparecida há 45 dias e seu marido é considerado o principal suspeito

20/05/2020 13h00
Da redação

Três cães farejadores ajudaram a perícia na manhã de hoje (20), a encontrar alguma pista sobre o caso de Graziela Pinheiro Rubiano de 36 anos, desaparecida há 45 dias, na Capital. No entanto, nada foi encontrado, e a perícia vai iniciar agora o uso de luminol que revela substânciacomo sangue, mesmo não visível a olho nu.

O imovel vistoriado fica no bairro Jóquei Clube, em Campo Grande, onde a vendedora morava com o marido Rômulo Rodrigues Dias de 33 anos, que está preso como principal suspeito, porém ele nega o crime.

Os cães são especialistas do Corpo de Bombeiros, e um deles a Cindy ajudou a localizar vítimas na tragédia de Brumadinho, e encontrou um corpo que estava há nove meses desaparecido.

Divulgação

Comentários