O porta-voz do Comitê de Gerenciamento da Crise, o médico Frederico Weissinger, participará ao lado do presidente do Legislativo, Alan Guedes

02/06/2020 11h30
Da redação com informações da ascom

No último fim de semana, a Câmara Municipal de Dourados recebeu a confirmação das autoridades de saúde que duas servidoras de seu quadro de pessoal testaram positivo para a Covid-19. O Legislativo tão logo tomou as devidas providências, afastando as colaboradoras e colocando em quarentena os servidores que tiveram contato. Nesta terça-feira, (2), às 11h30, o presidente da Casa de Leis, vereador Alan Guedes (Progressistas), em conjunto com o porta-voz do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavirus, o médico Frederico Oliveira Weissinger, fará uma live com transmissão pelo canal da Câmara Municipal de Dourados no YouTube e pelo site camaradourados.ms.gov.br.

Alan Guedes ressalta que, desde a declaração da pandemia da Covid-19, a Câmara de Dourados tem realizado ações internas com o objetivo de mitigar os seus efeitos entre os servidores e membros do Poder Legislativo. “Nós incentivamos e determinamos o teletrabalho, liberamos o registro de frequência e dispensamos os servidores com mais de 60 anos. Suspendemos eventos e adquirimos máscaras para os servidores. Passamos a realizar as sessões e audiências públicas de forma remota, com transmissão pelo site da Câmara e pelo YouTube”, disse.

E, na segunda-feira, 1º, com o expressivo aumento de casos em Dourados, a Casa publicou nova Portaria Nº 046/2020 que estabeleceu o fechamento da Câmara Municipal no período de 1º à 5 de junho, sendo permitido acesso apenas aos servidores que, por sua imprescindibilidade de funções, tenham tal necessidade.

A 4ª Brigada de Cavalaria realizará a desinfecção de todas as dependências da sede do Poder Legislativo na quarta-feira, 03, e a Vigilância em Saúde promoverá a testagem de servidores e vereadores na quinta-feira, 04, dentro do que preconizam as autoridades sanitárias.

Questionamentos

À quem interessar, o vereador Alan Guedes e o médico Frederico Weissinger responderão aos questionamentos enviados pelo chat do YouTube.

Divulgação

Comentários