A Câmara Municipal de Dourados anunciou ontem, durante reunião, que vai implantar um grupo de trabalho para acompanhar a elaboração do plano de imunização contra a Covid-19 no município. O requerimento de criação da Frente Parlamentar de Controle e Acompanhamento do Plano Municipal de Imunização da Covid-19 já foi protocolado junto à mesa-diretora da Casa.

Inicialmente, a frente parlamentar será composta pelos vereadores Daniela Hall (PSD), Fabio Luiz (Republicanos), Daniel Junior (Patriotas), Lia Nogueira (PP), Laudir Munaretto (MDB) e Mauricio Lemes (PSB). No entanto, outros vereadores já manifestaram o interesse de contribuir e devem se juntar ao grupo de trabalho na próxima semana.

A Frente Parlamentar será criada com o objetivo de realizar diligências e coletar informações sobre o Plano Municipal de Imunização e todas as ações que estão sendo elaboradas pela Secretaria Municipal de Saúde para preparar toda estrutura necessária para a vacinação da população de Dourados contra a Covid-19. Além disso, o grupo pretende acompanhar a execução do plano e ter a oportunidade de encaminhar sugestões para análise e aprovação dos técnicos. A frente parlamentar será presidida pela vereadora Daniela Hall e terá como secretário o vereador Fábio Luis.

Dentro das atribuições que devem ficar sob a responsabilidade da Frente estão a fiscalização das condições técnicas e de logística da rede pública de saúde de Dourados, referenciada para a aplicação do imunizante; fomentar a capacitação das equipes de vacinação, tendo como base a experiência de países que já iniciaram a imunização da sua população; ajudar no mapeamento dos grupos prioritários para o recebimento da vacina de acordo com os níveis de vulnerabilidade pela doença, além de acompanhar os efeitos dos imunizantes na população.

“Essa frente parlamentar está sendo criada com o apoio e participação dos 19 vereadores. Vamos somar esforços, junto ao Poder Executivo, em torno de um único objetivo, que é o de acompanhar a criação e execução do Plano Municipal de Imunização. Felizmente, a vacina contra a Covid-19 será uma realidade em breve e queremos assegurar que Dourados esteja preparada para

receber a vacina e imunizar a população assim que ela for liberada pela Anvisa”, destacou o presidente da Câmara Laudir Munaretto (MDB).

Além da criação da Frente Parlamentar, Laudir informou ainda que a Câmara já encaminhou ofício à Prefeitura de Dourados, solicitando a nomeação de dois membros do Legislativo no Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus – Covid-19. Devem fazer parte do grupo a vereadora Daniela Hall (PSD) e o vereador Diogo Castilho (DEM).

REUNIÃO

Indicada para presidir a Frente Parlamentar de Controle e Acompanhamento do Plano Municipal de Imunização da Covid-19, Daniela Hall destacou que o grupo de trabalho pretende atuar como um braço de apoio ao Poder Executivo no processo de organização e execução do plano de vacinação da Covid-19 em Dourados. “É um desejo de todos que a vacina chegue o mais rápido possível. No entanto, precisamos estar preparados para executar essa vacinação. Por meio da frente parlamentar, a Câmara pretende contribuir na elaboração das diretrizes que vão nortear todo o processo de elaboração e execução do plano municipal de imunização”, disse.

Além de deliberar sobre a criação da grupo de trabalho, os vereadores também debateram sobre as medidas que estão sendo adotadas pelo poder público para tentar conter o avanço do coronavírus no município. O vereador Rogério Yuri (PSDB) destacou que vai solicitar à Prefeitura de Dourados um relatório semanal para que a Câmara possa avaliar a situação local e apresentar sugestões e alternativas que possam contribuir no controle da doença no município. “A Câmara é o elo entre a população e o poder público. Por isso, queremos trabalhar em parceria com a prefeitura para que as medidas sejam cada vez mais efetivas e garantam realmente uma maior proteção à população, diante do aumento dos casos de Covid-19 nas últimas semanas. Entre as propostas que vamos levar ao município está o estabelecimento de um horário prioritário de atendimento em bancos, comércio e repartições públicas.”, enfatizou.

Já o vereador Diogo Castilho (DEM) informou que outra medida que será apresentada pelo Legislativo ao prefeito Alan Guedes é a extensão do horário de funcionamento do comércio, como forma de oferecer à população horários alternativos de circulação e evitar aglomerações no interior das lojas. Outra proposta que deve ser levada por Castilho está relacionada ao estabelecimento de novas regras para limitar a capacidade máxima de clientes por loja. O vereador defende que esse quantitativo seja definido conforme o tamanho e a estrutura física de cada estabelecimento comercial.

Participaram da reunião para tratar das ações de combate ao Covid-19 em Dourados os vereadores Laudir Munaretto, Daniela Hall, Rogério Yuri, Diogo Castilho, Creosimar Barbosa e Daniel Júnior.

Comentários