Como parte do projeto ainda haverá contação de história para as crianças e seminário sobre medicina alternativa (Foto: divulgação Biblioteca Aguinaldo Pereira.)

A Capital de Mato Grosso do Sul, ganha um inédito e ‘diferente’ ou diverso espaço para ‘Cultura e Lazer’ ou de ‘Cultura e Conhecimento’, com a abertura de uma biblioteca de cunho esotérico e de medicina alternativa abre acervo ao público. São mais de 2 mil livros disponíveis aos interessados de Campo Grande,bem como de todo Estado, que vão desde filosofia à medicina chinesa. Tudo isto, já pode ser acessado, a partir desta segunda-feira (20), onde o campo-grandense terá mais uma opção para colocar a leitura em dia, aos assíduos da pratica ou levar a novos conhecimentos a qualquer interessado em inovações, diversidade e novos patamares de assuntos do mundo.

A biblioteca foi batizada de Aguinaldo Pereira, é ficará na sede da Sociedade Brasileira de Eubiose, departamento de Campo Grande, onde estará disponibilizando seus 2,3 mil livros gratuitamente para a população, mediante cadastro. O foco da biblioteca são publicações de cunho espiritualista, esotérico, religioso, ocultista e de medicina alternativa, sendo o maior acervo do tipo em Mato Grosso do Sul.

Mas, o local será ‘completo’, não sendo só dos livros com a temática citada, que tem maior espaço, pois a biblioteca também possui em seu acervo obras da literatura brasileira, internacional e infantis, atraindo assim todo tipo de público. E ainda haverá eventos culturais, como contação de histórias para incentivar o hábito da leitura às crianças e seminário online sobre medicina alternativa, com transmissão gratuita.

“A biblioteca hoje não é só um depósito de livros, ela deve se tornar um centro cultural com atividades artísticas e científicas constantes e o espaço poderá abrigar aulas de dança e também prática de esportes”, antecipa Edson Kassar, professor de Física aposentado da UFMS e administrador da Sociedade Brasileira de Eubiose, departamento de Campo Grande.

Capital ganha biblioteca 'esotérica e de medicina alternativa' com área cultural e Literatura nacional
Acervo teve um grande aumento com doação de 1,2 mil livros por Aguinaldo Pereira, que dá nome ao espaço;

Kassar ressalta sobre leitura como conhecimento geral e específico, como a que será apresentada ou estará disponivel no novo espaço da Capital. “Quem não lê, não pensa, é fundamental a atividade de leitura orientada. A cultura Espiritualista nos leva a uma expansão da nossa Consciência Existencial, uma vigilância dos sentidos que é fundamental no nosso desenvolvimento, ajudando a nossa percepção de um universo além do mundo material visível”, reflete o professor, que era de Física.

Recursos e História

Capital ganha biblioteca 'esotérica e de medicina alternativa' com área cultural e Literatura nacional
Boa parte das obras são de cunho espiritualista e de medicina alternativa;

A abertura da biblioteca à sociedade foi possível graças a recursos do FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais), proveniente da Prefeitura Municipal de Campo Grande através da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo). “O Brasil possui um déficit muito grande de bibliotecas, então quanto mais bibliotecas públicas maior o desenvolvimento mental e emocional das pessoas”, afirma.

A Sociedade Brasileira de Eubiose está presente em Campo Grande desde o fim do ano de 1959. Desde então os membros começaram a doar livros para o acervo do espaço. No entanto, a doação mais significante aconteceu há cerca de cinco anos, após o falecimento de Aguinaldo Pereira, membro da entidade que hoje dá nome a biblioteca.

Somente com esta aquisição o espaço recebeu cerca de 1,2 mil livros. “Ele era um leitor assíduo, tinha um cômodo em casa com prateleiras cheias de livros, muitos sobre filosofia e medicina chinesa, que começou a estudar após se aposentar. Pensei em doar esses livros para amigos, até que encontrei com um membro da Eubiose que sugeriu que eu os doasse para lá e foi o que fiz”, conta Hilda Alexandria, professora aposentada e companheira de Aguinaldo.

Ela recorda que junto a uma amiga passou o ano inteiro de 2018 na catalogação das obras. “Chamei uma amiga, contratei uma bibliotecária até organizar tudo e oficializar a doação”, diz orgulhosa de hoje compartilhar todo este conhecimento.

Serviço – A biblioteca Aguinaldo Pereira fica na avenida Mato Grosso, 1595, Centro. O horário de funcionamento é das 19h às 21h das segundas, quartas e sextas-feiras. Mais informações pelo whatsapp 67 9235-2174.

Capital ganha biblioteca 'esotérica e de medicina alternativa' com área cultural e Literatura nacional
Biblioteca atualmente conta com 2,3 mil livros, sendo que 120 foram adquiridos com recursos do FMIC;
Comentários