A Prefeitura Municipal concedeu mais três certificados de registro do Serviço de Inspeção Municipal (SIM/CG) a empresas que trabalham com produtos de origem animal. Agora, já são 27 as empresas com o selo do SIM. Essas empresas foram inspecionadas e receberam o selo de certificação. O selo do SIM atesta que os produtos são apropriados ao consumo, isto é, não apresentam risco à saúde humana, demonstrando a qualidade e respaldando que o produto está dentro dos padrões técnicos estabelecidos pelas normas vigentes.

A certificação do SIM/CG, órgão da Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio (SIDAGRO), foi entregue às empresas: Estância Vó Zilda (derivados de leite); Pescado da Mata; e Total Beef.

O SIM/CG foi criado em 2014 e recebeu regulamentação em 2019 através de decreto do Executivo. Essa regulamentação tem validade até o presente, mas está sendo revisada para atualização em momento oportuno.

O universo de empresas de Campo Grande que atuam na área de produtos de origem animal e que se enquadram nos critérios de inspeção e fiscalização, sob o ponto de vista sanitário, higiênico e tecnológico realizadas pelo SIM, é de 54 estabelecimentos, sendo que exatamente 50% – 27 empresas – já receberam a certificação.

VENDAS GARANTIDAS

Ricardo Monteiro, empresário da Pescado da Mata, destaca a importância da sua empresa receber a certificação do SIM: “com o selo podemos aumentar nossas vendas e garantir a qualidade dos nossos produtos.” A Pescado da Mata trabalha com comércio atacadista de pescados e frutos do mar. Monteiro explica também que vem recebendo contatos de clientes procurando os produtos da empresa, mas a Pescado da Mata não tinha a certificação e não podia vender. “Agora, com a parceria da Prefeitura, através do selo do SIM, vamos ampliar o mercado e garantir melhores vendas”, concluiu Ricardo Monteiro.

Cristhiane Vicente Nantes, proprietária da queijaria Estância Vó Zilda, empresa que migrou da área rural para a Incubadora Municipal de alimentos, localizada no bairro Santa Emília, conta que “a incubadora foi a porta que nossa empresa conseguiu para atuar no mercado de Campo Grande;  receber a certificação do SIM é uma grande e importante vitória que alcançamos.” ,

“A característica que queremos dar ao SIM é de ser parceiro do empresário, de ajudar, de construir juntos, agregar valor, ensinar e fazer com que a empresa cresça”, disse Rodrigo Terra, secretário da Sidagro. Para ele, as ações da Sidagro estão fazendo com que as empresas se legalizem e, de maneira adequada e legal, coloquem seus produtos no mercado.

Rodrigo Terra destacou também que uma das principais metas da Sidagro nessa atuação junto ao agronegócio é aderir ao SISBI – Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal, buscando uma equivalência junto ao Ministério da Agricultura, para que os estabelecimentos registrados no SIM/CG possam comercializar seus produtos em outros municípios do Estado. “Podem contar com a gente, porque nós estamos focados em atingir esse objetivo o mais rápido possível.”

Na retomada da economia pós-pandemia, essas certificações representam geração de emprego e renda e a garantia que a comunidade estará consumindo produtos de qualidade. Com isso, os empresários estão melhorando suas plantas industriais e equipando suas empresas para concorrer em igualdade com empresas de outros municípios.

“O SIM/CG conta com equipe preparada para garantir a qualidade dos produtos consumidos pela população da Capital”, garante Vaneska Monson, gerente do SIM. Ela explica que o setor conta com veterinários, auditor fiscal e administrativos que atuam permanentemente junto às empresas sujeitas à inspeção e à fiscalização.

Fonte: Ascom PMCG

Comentários