O Governo do Estado assinou o contrato para obra de reforma e implantação de cerca operacional e construção de guarita de vigilância no aeroporto de Porto Murtinho, na região de fronteira do Estado. A obra terá um investimento de R$ 2,15 milhões de recursos estaduais.

A empresa vencedora da licitação terá o prazo de 120 dias (4 meses) para executar a obra no local, assim que for expedida a ordem de início de serviços pela Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura). O contrato firmado foi publicado nesta terça-feira (11), no Diário Oficial do Estado.

A obra de reforma e ampliação do aeroporto da cidade está previsto no pacote de investimentos que visa melhorar a infraestrutura de Porto Murtinho, cidade que será importante corredor da rota bioceânica, fazendo a ligação de Mato Grosso do Sul aos países da América do Sul e posteriormente, encurtando o caminho ao Oceano Pacífico.

O prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra, revelou que estão previstos mais de R$ 80 milhões em investimentos públicos e privados na cidade. “Nossa região ganhou importância nacional depois de tantos anos de isolamento”. A partir da construção a ponte sobre o Rio Paraguai e implantação de dois novos portos, o município terá papel chave na logística da América do Sul com os modais rodoviário e hidroviário.

Em seis anos o Governo do Estado destinou mais de R$ 86 milhões em projetos estruturantes na cidade, como implantação do sistema de esgotamento, pavimentação e drenagem e recuperação de ruas e avenidas. Apenas no ano passado, o govenador Reinaldo Azambuja entregou o Contorno Rodoviário, de 7,19 km, que tira o tráfego pesado da área central, ligando a rodovia BR-267 diretamente com os portos.

Das novas obras estaduais em processo de licitação R$ 20 milhões do Fundersul são para restaurar o pavimento urbano e ampliar a malha pavimentada, assim como a ampliação do hospital e do aeroporto e recuperação dos casarões que compõe o centro histórico local.

O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, ressaltou que os investimentos no município são estratégicos e vão trazer resultados. “A modernização em todo o Estado passa por um ponto muito importante, que é a rota bioceânica. Porto Murtinho é fundamental como importante polo de exportação dos nossos produtos, potencializando nosso setor produtivo”.

Ponte sobre Rio Paraguai

Uma das principais obras da rota bioceânica é a construção da ponte sobre o Rio Paraguai, que vai ligar as cidades de Porto Murtinho e Carmelo Peralta. O início das obras foi lançada no dia 13 de dezembro, em solenidade com a participação do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez e do governador Reinaldo Azambuja. A estrutura tem previsão de ficar pronta em 3 anos.

A ponte será construída no km 1.000 da Hidrovia do Paraguai, por um consórcio binacional, e custeada pela margem paraguaia da Itaipu Binacional, com investimento de 102,6 milhões de dólares (aproximadamente R$ 575,5 milhões). A travessia terá extensão total de 1.294 metros (incluindo os viadutos de acesso) e largura de 20,10 metros. A parte estaiada centrada no leito terá 625,37 metros, com vão central de 350 metros.

“A ponte tem um simbolismo muito forte ao garantir esse corredor ao Pacífico, que dará maior competitividade a Mato Grosso do Sul e a toda região Centro-Oeste, integrando definitivamente os quatro países, não só economicamente, mas também na cultura e no turismo”, declarou o governador.

Fonte: Ascom Gov MS

Comentários