29/01/2020 16h23
Por: Redação

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) convocou cinco atletas e dois técnicos de Mato Grosso do Sul para a terceira edição do Camping Escolar Paralímpico. Os sul-mato-grossenses ficarão no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo-SP, de 28 de janeiro a 5 de fevereiro, e vivenciarão a rotina de treinos de um competidor de alto rendimento.

Os paradesportistas selecionados pelo CPB foram destaques da 13ª edição da etapa nacional das Paralimpíadas Escolares, realizada de 19 a 22 de novembro de 2019, com disputas no CT Paralímpico, na capital paulista, maior complexo paradesportivo da América Latina. Para o evento esportivo-estudantil, a delegação do Estado foi organizada e acompanhada pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Desporto e Lazer (Fundesporte).

No atletismo, três atletas do Estado foram convocadas. Hávilla Vitória Soares Marinheiro, de 14 anos (sub-16), faturou a medalha de ouro nas três provas que disputou nas Paralimpíadas Escolares 2019: 75 metros, 250 metros e salto em distância, todas pela classe T12 (baixa visão).

Maisa Ferreira dos Santos, de 13 anos (sub-14), também garantiu a dourada em todas as provas em que participou: 60 metros, batendo recorde (classe T54, física); arremesso de peso e lançamento de pelota (classe F57, física). Rayssa Garcia de Souza, de 14 anos (sub-16), conquistou a medalha de bronze nos 1.000 metros (classe T20, intelectual), além de ter competido nos 250 metros e salto em distância.

A atleta Hellen Cordeiro Machado representará o judô paralímpico de Mato Grosso do Sul no Camping. A judoca de 16 anos (sub-18) destacou-se na Terra da Garoa no ano passado após assegurar o ouro na categoria meio-médio (até 63 quilogramas) e ainda ficar em segundo lugar na absoluto, ambas pela classe B3 (baixa visão). A atleta, natural de Vicentina-MS, estará acompanhada da técnica Anne Talitha Almeida, também convocada pelo CPB.

Modalidade estreante nas Paralimpíadas Escolares 2019, o parabadminton rendeu, de imediato, uma condecoração dourada para Mato Grosso do Sul. O três-lagoense Yuki Rodrigues, de 17 anos (sub-18), foi o responsável por trazê-la, pela classe SU5, para pessoas com deficiência nos membros superiores. O sul-mato-grossense subiu ao lugar mais alto do pódio sem ao menos perder um set, em quatro partidas disputadas.

Não à toa, o jovem paratleta de Três Lagoas é o quinto colocado na categoria simples masculino e quarto na dupla masculina (ambas pela classe SU5), no ranking nacional do parabadminton adulto, estabelecido pela Confederação Brasileira de Badminton (CBBd). Em São Paulo, durante o Camping, Yuki contará com o apoio do técnico Roney Araujo, selecionado pelo Comitê para compor o quadro de técnicos no estágio escolar.

Lançado em 2018, o Camping objetiva oferecer a atletas em idade escolar uma imersão no esporte. Durante os oito dias, os jovens passarão por testes e avaliações, treinos especializados para melhorar a performance, além de palestras com profissionais do CPB. No total, foram chamados 117 jovens atletas de 21 Estados mais do Distrito Federal para a primeira etapa do projeto neste ano. A segunda será de 23 de junho a 1º de julho.

Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Foto: Lucas Castro

Comentários