A prefeitura de Campo Grande mobilizou 300 trabalhadores da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), além de 30 máquinas e tratores para limpeza da cidade e ainda atender as 180 quedas de árvores, após a tempestade de sexta-feira (15). Decreto de emergência está descartado.

Entre árvores centenárias e outras novas, elas caíram com a ventania, atingindo, algumas delas, casas e veículos. Campo “Grande tem mais de 280 mil árvores, dessas, 180 caíram durante o vendaval”, relatou o prefeito Marquinhos Trad (PSD), em visita a onze bairros da capital na manhã deste sábado (16). Além das árvores, outdoors, ferros, vidraças, muros e até postes sofreram com a tempestade, que registrou ventos de até 94,45 km/h.

O prefeito descartou decretar situação de emergência em campo Grande, pois segundo ele, não houve danos na rede de esgoto nem no asfalto.

Comentários