30.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 19 de julho, 2024
spot_img

Diversos serviços e atividades, mobilização chama a atenção para a prevenção ao suicídio

Anualmente, o mês de setembro é marcado pela campanha de prevenção ao suicídio. E para fomentar as discussões sobre a temática, neste domingo (17), acontecerá uma grande mobilização com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e  diversas outras instituições e parceiros. O evento acontece das 8h às 12h na Feira Bosque da Paz, no Bairro Carandá Bosque, com diversos serviços, atividades e atrações culturais.

Durante todo o mês, a Sesau desenvolve uma série de ações alusivas à campanha Setembro Amarelo. Além de intensificar as discussões nas ações das unidades básicas e de saúde da família, várias atividades estão programadas.

Nos dias 22, 28 e 29 de setembro, a Sesau, por meio da Coordenadoria da Rede de Atenção Psicossocial, realiza um mutirão para atendimentos em saúde mental para a população dos distritos e assentamentos localizados na zona rural de Campo Grande.

O objetivo é levar o acesso a esta população aos atendimentos em saúde mental, reforçando as ações da campanha Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio.  A proposta é avaliar individualmente cada paciente para verificar as suas necessidades e, posteriormente, estabelecer uma conduta de tratamento e ou acompanhamento.

No dia 22, sexta-feira, o mutirão acontece na Escola Municipal Isauro Bento Nogueira, no Distrito de Anhanduí.  No local estudam cerca de 300 alunos. A população aproximada do distrito é de 8 mil habitantes. Nos dias 28 e 29 de setembro, quinta e sexta-feira, os atendimentos ocorrerão na Chácara das Mansões e no assentamento Três Corações, respectivamente. Nas duas localidades são cerca de 3 mil pessoas residentes.

No dia 27 setembro acontece o 1º Seminário de Prevenção do Suicídio: Vamos falar sobre isso! O evento ocorre de  7h30 às 12h no auditório da Unigran Capital, localizado na Rua Abrão Júlio Rahe, 325 – Centro.  O seminário é uma realização da Coordenadoria da Rede de Atenção Psicossocial, através do Serviço de Prevenção às Violência e Acidentes.

Dados sobre suicídio

No primeiro semestre deste ano, foram notificadas 855 tentativas de suicídio em Campo Grande. No mesmo período, foram registrados 55 óbitos. Em 2012 foram 1.322 tentativas de suicídio e 120 óbitos. O maior número de notificações é entre o público feminino, aproximadamente 70% dos casos. No entanto, os mais vitimados são os homens.

Estrutura da Rede

A Rede de Saúde Mental do Município é composta por 6 CAPSs, sendo 4 CAPS III, 1 CAPS A.D IV, 1 CAPS Infanto Juvenil, 1 Unidade de Acolhimento e 3 Residências Terapêuticas. Todas as unidades funcionam 24 horas por dia, com média de 1300 consultas ambulatoriais de saúde mental e 2000 mil atendimentos nos CAPS por mês.

Somente a Rede Municipal possui 101 leitos para atendimentos de pacientes com problemas psiquiátricos ou usuários de álcool e drogas. Além da estrutura própria, o Município conta com 12 leitos contratualizados no Hospital Regional para atendimento de pacientes álcool e droga, 27 no Hospital Nosso Lar  para atendimento de pacientes com transtornos psiquiátricos. Está prevista para este ano a inauguração de mais um CAPS Álcool e Drogas, com 20 leitos.

Fale com a Redação