Os primos Robson Martinez de Souza (21) e Jeferson Martinez de Souza (18), morreram na noite de ontem (1°), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, depois de serem alvo de pistoleiros que dispararam pelo menos 30 vezes contra eles. Uma das vítimas chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.  Um bilhete assinado pelos ‘Justiceiros da Fronteira’ foi deixado ao lado dos corpos.

O crime aconteceu na rodovia PY 05, na saída para o Parque de Exposições da cidade paraguaia e próximo ao Hospital Viva Vida. Os criminosos surpreenderam as vítimas, que estavam a pé, e iniciaram uma série de disparos. Foram feitos cerca de 30 disparos contra as vítimas, que chegaram a ser socorridas, mas não resistiram e morreram.

Um bilhete escrito em espanhol foi deixado ao lado das vítimas, onde dizia: “Comunicado: Para G.D.C Guardiões do Brasil 7.4.3 e para ‘EPP’. Nós justiceiros da fronteira, deixamos bem claro a todos, que não vamos permitir roubo na fronteira de gente trabalhadora. Vocês que apoiam o que eles fazem serão os próximos. Ass.: Justiceiros”. 

Os pistoleiros fugiram e estão sendo procurados pela polícia. O crime será investigado pela polícia paraguaia.

Comentários