A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) realizou, nos dias 25 e 26 de novembro, a reunião virtual do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) para discutir e aprovar matérias Institucionais de relevância para a Universidade. Com mais de uma centena de servidores diretamente envolvidos nas reuniões, entre conselheiros e equipe docente e técnica, responsáveis pela condução dos trabalhos, o CEPE aprovou a criação de novos cursos, sendo: Agronomia em Mundo Novo; Sistema de Informação em Nova Andradina; Agronomia em Maracaju (Turma Temporária); e Tecnologia em Logística em Jardim.

O curso de Agronomia em Mundo Novo ofertará 50 vagas, com o objetivo no desenvolvimento das regiões do Cone-sul e Sul-fronteira, o novo curso atenderá mais de 16 municípios, alcançando mais de 330 mil habitantes de MS. Sistema de Informação (40 vagas), em Nova Andradina, visa o desenvolvimento de tecnologias voltadas a informática e ambientes virtuais. A turma temporária do curso de Agronomia (50 vagas), em Maracaju, irá somar esforços no sentido de preparar profissionais integrados a uma região referência do agronegócio no Estado e no País. E o curso de Tecnologia em Logística (40 vagas), em Jardim, objetiva preparar profissionais para atuar no seguimento da logística, visando atender uma das inúmeras demandas da Rota de Integração Latino Americana.

As vagas serão oferecidas a partir de 2021 em processos seletivos especiais, que serão divulgados em breve.

Os cursos foram trabalhados, desde o princípio, com muita articulação da sociedade organizada e do amplo debate democrático interno, e irão atender as demandas do povo de Mato Grosso do Sul, em diferentes localidades. Para o reitor Laércio Alves de Carvalho, “estes dois primeiros dias de reunião do Conselho foram importantes devido à aprovação de novos cursos para Unidades da UEMS. Estes cursos vão ampliar a inserção de nossa Universidade em doferentes municípios, de modo estratégico”. Laércio também destaca itens relacionados ao Programa de Monitoria voltado aos acadêmicos da UEMS.

“A reunião dos Conselhos Superiores é sempre um espaço de coroamento da gestão democrática. Nessa reunião do Cepe foram discutidas importantes pautas para o fortalecimento das atividades da Universidade no ensino, na pesquisa e na extensão”, corrobora a vice-reitora Celi Correa Neres.

Embora importantes pautas envolvendo os novos cursos tenham sido aprovadas, as reuniãos referentes a este CEPE ainda retornarão a ocorrer nos dias 3 e 4 de dezembro para apreciação e votação das demais pautas. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEMS é o órgão colegiado superior deliberativo e consultivo em matéria didático-científica da UEMS, relativa ao ensino, pesquisa, extensão e cultura. O CEPE é composto pela Câmara de Ensino (CE), Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação (CPPG) e Câmara de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (CECAC), as quais têm a função de emitir pareceres e decidir os assuntos a elas pertinentes.

Comentários