22.8 C
Campo Grande
domingo, 21 de julho, 2024
spot_img

Com passagens aéreas até R$ 200, ‘Voa, Brasil’, deve ser lançado até fevereiro

Primeira etapa vai contemplar aposentados e estudantes do ProUni; expectativa é oferecer 6 milhões de bilhetes em 2024

O “Voa, Brasil”, programa que vai possibilitar a venda de passagens aéreas até R$ 200, deve ser lançado até o início de fevereiro, informou o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, depois de reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Fizemos a validação com o presidente e esperamos que ele anuncie [o lançamento do programa] no fim de janeiro, no mais tardar, início de fevereiro”, declarou Costa Filho.

Inicialmente, as passagens serão ofertadas para dois públicos — aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem até dois salários mínimos e estudantes do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os participantes não poderão ter viajado de avião nos últimos 12 meses. “A gente está trabalhando para já no começo de fevereiro quem entrar no site do ‘Voa, Brasil’ vai ter acesso à disponibilidade da compra de passagens. Por isso, queremos no dia do anúncio do presidente ter isso pronto”,  afirmou o ministro.

Segundo o titular da pasta, há cerca de 20,8 milhões de aposentados que recebem o teto do programa e aproximadamente 600 mil alunos do ProUni. Em um primeiro momento, o projeto deve contemplar entre 2,5 milhões e 3 milhões de integrantes desses grupos. O governo negocia com o setor privado e as principais companhias aéreas do país a possibilidade de comercialização de 6 milhões de bilhetes em 2024. Segundo Costa Filho, a conversa com as companhias aéreas está “bem alinhada”.

O programa visa incentivar o turismo nacional e o desenvolvimento regional, além de promover inclusão social. A ideia é tornar as viagens de avião acessíveis a mais brasileiros e impulsionar o deslocamento no país, principalmente para localidades menos atendidas por esse tipo de transporte.

Fonte: R7

Fale com a Redação