Vice-prefeito Fábio Florença (PDT)

O vice-prefeito de Miranda, Fábio Florença (PDT), assumiu como prefeito interino do Executivo municipal na manhã desta quarta-feira (31). O gestor da cidade, Edson Moraes (PSDB), está internado desde o dia 18 de março, sendo que no dia 19 foi transferido para Capital, e se licenciou do cargo por conta complicações de saúde causadas pelo covid-19. A posse do vice foi na Câmara de Vereadores.

Após a assinatura da ata de posse, Florença assinará também a revogação do Decreto Municipal e imediatamente passará a valer o Decreto Estadual, valendo o toque de recolher com início as 20h até as 05h em dias de semana e nos finais de semana das 16h até as 05h, decreto este que vai até o dia 04 de abril.

Em uma reunião hoje (31) pela manhã com o Poder Judiciário, Poder Executivo e empresários do município, Fábio Florença firmou compromisso de anunciar um novo secretário de Saúde até sexta-feira (02) para ocupar a pasta que estava sob comando do secretário interino e filho de Edson, Gedivaldo Ramalho, o Taboca Moraes.

“Estamos firmes para fazer ações rápidas, pois nosso município não pode parar. Diante de tudo isso não podemos errar, temos que achar um caminho com muito diálogo com à população dentro da lei e da legalidade”, afirmou o prefeito interino Fábio Florença.

Vale lembrar que o município de Miranda infelizmente se encontra em bandeira vermelha e que todas as medidas de biossegurança continuam vigentes e devem ser seguidas por todos.

Comentários