Em um momento em que todas as instituições têm que se adaptar aos novos métodos e se reinventar em meio à pandemia, compreender a importância do ‘Planning Analytics’ e do replanejamento pós pandemia é essencial para se manter ativo ao longo da crise humanitária e econômica, especialmente para simular múltiplos cenários com agilidade.

A solução vai além de apenas automatizar os processos de planejamento, orçamento e previsão de resultados, ela dá aos usuários a capacidade de gerar análises no modelo “self-service”, com uma interface inovadora, ajudando a equipe a obter melhores resultados. A solução é aderente a todas as áreas, incluindo gerenciadores financeiros, de vendas e de pessoas. Além disso, ela gera insights automaticamente a partir de seus dados, aumentando a competitividade do usuário frente às rápidas mudanças de mercado.

O Planning Analytics é uma solução de planejamento integrado, desenvolvido com o objetivo de promover a colaboração em toda a empresa e auxiliar na agilidade dos negócios, priorizando uma gestão eficiente.

Ao se concentrar no replanejamento, principalmente nessa época de combate ao novo coronavírus, e nos esforços para diminuir os impactos negativos, as empresas estarão sempre um passo à frente, uma vez que estarão aptas a vivenciar inúmeras realidades e montar um planejamento estratégico de acordo com as ameaças e oportunidades. Então, ao adotar o posicionamento de modelagem ilimitada de possíveis cenários no próprio ambiente de simulação, os empreendedores e gestores não serão surpreendidos.

Na prática, concilia-se planejamento, orçamento, previsão, relatório, análise e scorecard em uma única solução. Mas, para que o ‘Planning Analytics’ seja aplicado com eficácia, é essencial utilizar tecnologias igualmente eficientes, para armazenamento local ou em modelo cloud. Porem ser utilizadas ferramentas que instruem as instituições a utilizarem a inteligência artificial e a computação em nuvem durante e depois da pandemia.

O replanejamento estratégico realizado pelas empresas é uma das melhores formas de “preparar o terreno” para o mundo pós-coronavírus, e utilizá-lo como método para orientar as decisões em momentos difíceis. Além disso, é preciso ter em mente que a integração entre as plataformas digitais e físicas será ainda maior, sendo necessário utilizar todos os recursos a favor das organizações, como tem sido feito nesse período de isolamento social.

O ‘Planning Analytics’ tem forte atuação na mudança de planos das empresas, especialmente com a pandemia, a qual exige dos gestores modelos multidimensionais para a obtenção de insights mais profundos e utilização de

ferramentas que auxiliem na adaptação desses novos tempos. No atual cenário, é imprescindível a utilização de inteligência artificial, Business Intelligence e capacidade de operação em meios híbridos, com intuito de não haver perdas ou erros.

A ‘corrida’ por novas operações e criação de tecnologias, que poderiam durar anos, agora está sendo feita em meses, devido à covid-19, portanto, somente organizações ágeis, flexíveis e ligadas à inovação, com capacidade de se reinventar, em diferentes momentos, vão sobreviver a essa e qualquer outra crise.

Escrito por: Emerson Douglas Ferreira é especialista em consultoria de planejamento, inteligência de negócio e soluções que auxiliam executivos na tomada de decisão desde 1995, e fundador da Meeting Strategic Solutions

Comentários