Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. (Foto/Divulgação)

Durante esta quarta-feira (17) pesquisadores e empresários de todo o Estado participam do Conecta UFMS 2021. O objetivo do evento, realizado de maneira virtual, é promover o compartilhamento de experiências e oportunidades de pesquisa e inovação, bem como a interação entre os setores com vistas a futuras parcerias.

Conecta UFMS 2021 destaca integração entre ciência e setor produtivo

O Conecta UFMS é promovido pela Agência de Internacionalização e de Inovação (Aginova) e pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propp), está em sua segunda edição e tem como tema “Conexão para Inovação”.

Na solenidade de abertura a vice-reitora Camila Ítavo destacou que a missão da Universidade é formar pessoas, mas também ajudar o desenvolvimento do estado e país por meio da Ciência e Tecnologia. Falou também sobre a alegria em participar da apresentação da nova unidade Embrapii do estado. “Além da ISI Biomassa, temos agora a Agrotec, a bioeconomia no agronegócio, que está à disposição de todos os parceiros, de todas as unidades de produção de MS, com o apoio do governo federal, da UFMS e do governo do estado. Aproveito para agradecer a todo o apoio que recebemos para ações de ciência e tecnologia na UFMS e no ecossistema do estado. Vivemos em um estado diferenciado que consegue ver a ciência como alavanca de desenvolvimento”, disse.

Conecta UFMS 2021 destaca integração entre ciência e setor produtivo

“Estou muito feliz de estar aqui, estamos passando por um momento excepcional sob o ponto de vista da integração da academia com o setor produtivo e temos a oportunidade de intensificar essa relação. O setor produtivo está passando por um processo de mudança, tem desafios de curto prazo, e obviamente a academia tem muito a contribuir”, destacou o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Elias Verruck, que no evento também representou o governador do estado, Reinaldo Azambuja.

Conecta UFMS 2021 destaca integração entre ciência e setor produtivo

O diretor presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), Márcio de Araújo Pereira, também reforçou o apoio à iniciativa. “A Fundect está com vocês nesse caminho, no desenvolvimento desses ambientes e desse ecossistema de inovação em MS”, afirmou.

Conecta UFMS 2021 destaca integração entre ciência e setor produtivo

O coordenador de Instrumentos de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações E Comunicações (MCTIC), reforçou a importância de realizações como o Conecta. “Esse tipo de evento está em nosso dia a dia na Coordenação. Temos a atividade diária de aproximar as instituições de Ciência e Tecnologia do setor produtivo e a fala que teremos hoje mais tarde sobre a Lei do Bem é essencial. A lei é um dos diversos instrumentos de incentivo e estímulo às ICTs que temos. Espero que seja um evento maravilhoso para todos”, falou.

Conecta UFMS 2021 destaca integração entre ciência e setor produtivo

“Acredito que muitas das pesquisas realizadas na Universidade podem ser ainda mais aderentes às reais necessidades da sociedade. Destaco que os grupos de pesquisa têm muita capacidade de inovar e transformar, por isso o Conecta traz essa motivação, promover a conexão entre a produção científica e as demandas trazidas pelas empresas e instituições parceiras. Esperamos fortalecer ainda mais a cultura inovadora e empreendedora no âmbito da UFMS e também de todo o estado”, falou o diretor da Aginova, Saulo Gomes Moreira.

Conecta UFMS 2021 destaca integração entre ciência e setor produtivo

A pró-reitora da Propp, Maria Lígia Rodrigues Macedo, declarou que “conectar” talvez seja a única forma de transformar o saber cientifico no saber produtivo e que isso modifica a vida das pessoas. “É levar não só o conhecimento, mas também o bem estar, a sustentabilidade, que só a ciência, caminhando junto ao setor produtivo poderá dar a esse país, a essa nação tão rica”, apontou.

Comentários