Reitor da UEMS preside reunião virtual do CEPE. (Foto/Divulgação)

Na última quarta-feira (4) o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), realizou uma reunião ordinária para definição de vários assuntos entre eles a proposta de oferta de vagas para os cursos de graduação para 2022.

A resolução aprovada prevê 50% das vagas sendo ofertadas pelo Vestibular UEMS 2022 e 50% das vagas sendo ofertas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu); e no caso de após esses processos ainda houver vagas remanescentes será realizado o Processo Seletivo Permanente (PSP) que utiliza notas do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio, e ainda se necessário será feito o uso de notas do Histórico Escolar.

Para 2022, os processos seletivos – Vestibular e Sisu – devem ofertar juntos mais de 2.300 vagas distribuídas em mais de 50 cursos de graduação presencial, incluindo os novos cursos aprovados no CEPE de novembro de 2020, sendo: Agronomia em Mundo Novo; Sistemas de Informação em Nova Andradina; Agronomia em Maracaju; e Tecnologia em Logística em Jardim.

Os cursos atendem demandas da população dos locais onde serão ofertados. As propostas destas ofertas foram discutidas ao longo de debates com entidades da sociedade civil organizada, Prefeituras e e acompanhadas de perto pelo Governo Estadual. “O Mato Grosso do Sul ganha com as novas oportunidades de cursos. Estamos atendendo solicitações encaminhadas pelo povo do MS. Pois nossa função é trabalhar por uma Universidade que atenda os interesses coletivos e que contribuam para o desenvolvimento do Estado”, destaca o reitor da UEMS, prof. Dr. Laércio de Carvalho.

Retorno das Atividades Presenciais

A partir de setembro, a UEMS prevê a retomada dos atendimentos presenciais nas Unidades Universitárias de maneira escalonada e orientada por todos os cuidados de biossegurança. Entre outras medidas está o retorno apenas de profissionais (docentes e técnicos) que estejam totalmente vacinados com as duas doses ou com o imunizante de dose única. O único curso que atualmente está com aulas presenciais é o de Medicina, ofertado pela UEMS de Campo Grande (saiba mais aqui).

Moção ao Centenário de Paulo Freire

Durante o CEPE, a vice-reitora da UEMS, profa. Dra. Celi Correa Neres, indicou a inclusão de pauta referente a uma Moção de Congratulação ao Centenário do pedagogo Paulo Freire. “A moção a Paulo Freire, aprovada pelo CEPE, representa um reconhecimento do trabalho prestado por um grande educador em âmbito mundial. Com essa homenagem, a UEMS reforça seu reconhecimento ao ilustre pedagogo brasileiro e reafirma o compromisso defendido por ele por uma educação pública, laica, inclusiva e de qualidade socialmente referenciada”, ressalta Celi.

Comentários