(Foto: SC Corinthians/Facebook)

Se há três dias o clássico entre Corinthians e Santos teve quatro gols marcados (todos pelo Timão), pelo jogo de ida da Copa do Brasil, na noite deste sábado (25), ninguém balançou as redes em novo confronto na Neo Química Arena, dessa vez pela 14ª rodada do Brasileirão.

Com o placar de 0 a 0, o clube de Parque São Jorge segue na vice-liderança, com 26 pontos, enquanto que o Peixe aparece na 6ª posição com 19. Os dois times agora se concentram para jogar as oitavas de final de competições internacionais no meio de semana.

O Corinthians recebe o Boca Juniors (Argentina), nesta terça-feira (28), às 21h30 (de Brasília), em Itaquera, pela Libertadores. Já o Santos vai até à Venezuela encarar o Deportivo Táchira, na quarta (29), no mesmo horário, pela Copa Sul-Americana.

No Brasileirão, o Timão só volta a entrar em campo no sábado (2), diante do Fluminense, às 16h30 (de Brasília), no Maracanã. O Peixe jogará na Vila Belmiro, no domingo (3), às 19h (de Brasília), contra o Flamengo.

O jogo

Um primeiro tempo bastante diferente daquele da última quarta-feira (22), também em Itaquera. Na ocasião, o Corinthians já vencia o clássico por 3 a 0, já esse foi para o intervalo sem gols e sem muita emoção. Aos 16 minutos, o primeiro chute a gol do jogo foi do Santos. Ângelo carregou pela esquerda, tocou no meio para Léo Baptistão, que girou e bateu rasteiro no canto de fora da área, exigindo boa defesa de Cássio.

Dois minutos depois, o Timão respondeu como uma finalização de fora da área de Du Queiroz, que mandou por cima do gol. Aos 26′, em falta frontal a favor do Corinthians, Mantuan bateu, a bola desviou na barreira e passou muito perto do canto direito do goleiro John.

Para o segundo tempo, o técnico Vítor Pereira colocou em campo Willian e Giuliano nos lugares Du Queiroz e Mantuan. Com dois minutos em campo a dupla já criou a melhor chance da partida. Willian recebeu pela esquerda e tocou no meio para Giuliano entrar em velocidade, passar por um marcador e arrematar, mas sem muita pontaria.

O Timão melhorou bastante com as modificações e antes de ser substituído, Roni teve outra boa chance. Willian recuperou a bola no meio e ligou contra-ataque. Depois de dribles de Adson, o próprio Willian rolou para Roni, que chutou de primeira e exigiu grande defesa de John.

A equipe corintiana terminou a partida com mais posse de bola (68%) e mais finalizações (9 a 7), porém com apenas uma no alvo, contra duas do rival. No fim, sem bola nas redes: 0 a 0.

Fonte: R7

Comentários