Duas partidas foram transferidas para a Tailândia e tiveram suas datas mantidas, no fim de março

21/02/2020 13h45
Por: Estadão Conteúdo

Preocupada com o coronavírus, a Fifa alterou nesta sexta-feira a sede de dois jogos da seleção da China nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. As duas partidas foram transferidas para a Tailândia e tiveram suas datas mantidas, no fim de março.

O duelo contra as Ilhas Maldivas, no dia 26, estava marcado inicialmente para ser disputado em solo chinês. E o confronto contra Guam, também localizado na Ásia, mas em território norte-americano, será no dia 31, ambos pelo Grupo A das Eliminatórias do continente.

Os dois jogos serão disputados na cidade de Buri Ram, na Tailândia. Em comunicado, a Fifa justificou sua decisão ao citar “a situação atual relacionada ao coronavírus e as conversas com os membros relevantes das federações de futebol”. Ainda não há informações sobre a presença de torcedores no estádio nestas duas partidas.

A seleção chinesa ocupa a segunda posição do Grupo A, com sete pontos, atrás apenas da Síria, que está com 15. A chave ainda conta com as Filipinas. Somente os dois melhores times avançarão à fase seguinte das Eliminatórias, de olho na vaga no futuro Mundial do Catar.

SELEÇÃO FEMININA – Já o time feminino da China vai mandar um jogo na Austrália pelo Pré-Olímpico. A partida de ida contra a Coreia do Sul será disputada em Sydney, segundo informou a Confederação Asiática de Futebol, nesta sexta. No mês passado, confrontos da mesma competição foram transferidos de Wuhan, epicentro da epidemia do coronavírus, justamente para Sydney.

O governo da China relatou nesta sexta a ocorrência de 889 novos casos de infecção por coronavírus e mais 118 mortes no país na quinta. Com a última atualização, o total de casos confirmados na China continental desde o início do surto atingiu 75.465, com 2.236 mortes.

Pixabay

Comentários