O brasileiro Jhonathan Monteiro Nascimento de 29 anos morava em Ponta Porã; ele e outros dois paraguaios foram assassinados no local

27/04/2020 09h55
Da redação

O brasileiro Jhonathan Monteiro Nascimento de 29 anos, e outros dois paraguaios, foram encontrados mortos no sábado (25) em um acampamento de produção de maconha, a 50 km da fronteira entre Ponta Porã e o Paraguai. O corpo do jovem brasileiro, só foi identificado ontem (26) na funerária de Pedro Juan Caballero pela prima dele, Kellen Cristina Moraes.

Segundo informações. Jhonathan morava em Ponta Porã e começou a trabalhar recentemente no cultivo de maconha na comunidade Indígena Pysyry, na Colônia Estrella, em plena região dominada pelos traficantes.
E no sábado (25), homens armadas teriam invadido o local, ateando fogo e possivelmente matando os três raapzes.

Os policiais da Colônia Estrella receberam uma ligação por volta das 20 horas, que forama té o local e localizaram os corpos.

A polícia agora investiga se as mortes tem relação com um suposto desentendimento das vítimas com o encarregado das lavouras ou se foi ataque de traficantes rivais, já que as roças e o acampamento foram queimados.

Divulgação

Comentários