Profissional que desempenha uma atividade essencial, se mostrando ainda mais relevante nesses tempos de pandemia, o “Gari” estampa a primeira emissão da “Série Profissões”, que está sendo lançada nesta sexta-feira (14), pelos Correios. Este é o primeiro selo de um total de cinco peças filatélicas que serão apresentadas até 2025, com destaque a diferentes ocupações profissionais. O lançamento virtual pode ser conferido nas redes sociais e no canal dos Correios no Youtube.

Essa emissão busca ressaltar a importância da profissão dos garis, essencial para a manutenção do bem-estar e saúde de todos. O reconhecimento desta categoria profissional, por meio do selo postal é, além de uma justa homenagem, também uma tentativa de resgatar e destacar a imagem desses trabalhadores como indivíduos de grande relevância, e que, por muitas vezes, são invisíveis aos olhos da sociedade.

Porém, não há como esquecer de personagens marcantes que atuam nessa profissão e ajudam a desmitificar pontos de vistas e padrões. Em 2012, por exemplo, o gari Renato Sorriso, da cidade do Rio de Janeiro, já conhecido pelos brasileiros por seu carisma na Marquês de Sapucaí, participou da cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres. Já em 2020, Tales Alves ficou conhecido nas ruas de Belo Horizonte/MG como o “Gari Galã”. Ele foi caixa de supermercado, escolheu ser gari e participou de um concurso de modelo.

Essas e outras histórias inspiram os Correios a homenagearem esses trabalhadores, que merecem todo o reconhecimento por manterem a limpeza dos logradouros públicos e executarem um serviço essencial para que se tenha mais saúde e qualidade de vida nas cidades. 

Selo – A arte da emissão foi produzida por Bernardo França e traz o desenho de dois garis em plena atividade. A cor laranja, característica do uniforme desses profissionais, é um dos destaques da peça. O selo tem tiragem de 300 mil exemplares e valor unitário de 1° Porte da Carta (R$2,05). O selo estará disponível para venda na loja virtual e, também, nas principais agências de Correios.

Comentários